Cães e gatos são mortos por envenenamento em Fronteiras
Publicado por: Willians Sousa | Data: 01/09/20

Cães e gatos são mortos por envenenamento em Fronteiras

Na noite desta segunda-feira, 31 de agosto, animais de rua, bem como domésticos na cidade Fronteiras, foram vítimas de envenenamento, após comerem pedaços de mortadela pela rua. Vários animais de estimação foram levados a morte de forma dolorosa e agonizante.

As informações do Portal Lagoa do Rato, dão conta que amigos se reuniram em ato de solidariedade vasculhando tudo em busca do que poderia estar causando as mortes. Tanto pela rua como ao redor de lixeiros públicos, foram encontrados e coletados pedaços de mortadela cortados em cubos envenenados, local que geralmente animais de rua buscam por alimento.

Aproximadamente cinco cães e três gatos foram mortos por envenenamento.

Em meio a uma pandemia pode-se perceber que o sofrimento não foi capaz de sensibilizar corações amargurados e alimentados de ódio.

“Hoje, vizinhos choram a trágica partida de seus animais de estimação, alguns companheiros de uma vida. Em meio à tantas vítimas, foi possível salvar uma cadela que estava agonizando, uma verdadeira guerreira que batizada de “Esperança”, lamenta um dos socorristas.

Esperança continua viva e foi adotada por amigos que estão cuidando de seu bem-estar. A mesma foi abandonada por seu dono e desde então era alimentada por alguns bons corações que ali residem. “Rezamos para que não seja acometida por sequelas”, disse.  

Sobre o caso, foi citado o pensador Alexandre Herculano com a frase reflexiva: “Quanto mais conheço os homens, mais estimo os animais”. 

Estarrecidos com o ocorrido, populares buscaram apoio e realizaram denúncias na 4ª Cia. de Polícia de Fronteiras, para que o autor da barbárie responda por seus atos.

O capitão, Gilson Xavier, comandante da 4ª Companhia de Polícia de Fronteiras explica sobre a Lei de Crimes Ambientais.

“Mau-tratar animais é crime e está previsto em Lei Federal. Tanto as pessoas físicas quanto pessoas jurídicas que adotam essas práticas criminosas elas devem sofrer sanções penais e administrativas, além de reparar os danos causados. A lei de maus-tratos define da seguinte forma: praticar atos de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos, ou exóticos a pena é de prisão de três meses a um ano, além da multa”, esclarece.

“Quem tomar conhecimento desses abusos faça a denúncia diretamente à Polícia Militar ou vá até a delegacia registrar um Boletim de Ocorrência. Tanto a Polícia Militar quanto a Polícia Ambiental podem ser acionadas nessa situação”, orienta o policial militar.

Assista o vídeo

*Com informações do Portal Lagoa do Rato*

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Acusado de matar e enterrar vizinha é condenado a 19 anos de prisão

Depois de mais de três anos após o crime, Fabiano de Sousa Rodrigues foi condenado a 19 anos de reclusão por matar e enterrar Wéllica Gomes Barros, de 17 anos. O

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Cidades na Net usa WhatsApp como novo canal direto com o leitor. Veja!

O portal Cidades na Net tem uma nova ferramenta de contato direto com o leitor, O  WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens instantâneas por telefone celular, possibilitando uma maior interação

Jaicós

Mais 16 pacientes vencem o coronavírus e chega a 152 o número de curados em Jaicós

A Secretaria de Saúde do município de Jaicós divulgou, na tarde desta quarta-feira, 14 de outubro, o 148º Boletim Epidemiológico relacionado à pandemia causada pelo novo coronavírus. Conforme o Boletim,