JAICÓS | Ex-prefeito Crisanto rebate acusações contra prefeita Waldelina
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 30/10/14

JAICÓS | Ex-prefeito Crisanto rebate acusações contra prefeita Waldelina

O ex-prefeito e secretário de Saúde do município de Jaicós, Antônio Crisanto, esposo de Waldelina Sales (PRP), rebateu as denúncias feitas pelo vice-prefeito Ogilvan Oliveira, o Neném de Edite (PRP).

O secretário explicou que as secretarias de Educação e Saúde estão com as contas em dia e que, diferente das acusações de Neném, somente as pastas de Administração, Agricultura e Obras estão com o mês de setembro atrasado e não três, como foi denunciado. “Não tem nenhuma secretaria com atraso de três meses como ele disse, inclusive a Educação e Saúde estão em dia com suas obrigações. E a prefeitura não está fechada a cadeado como ele [vice-prefeito] afirmou”, negou o secretário.

Antônio Crisanto esclareceu, ainda, que o desequilíbrio financeiro que o município vive é em decorrência de ordens judiciais que tem obrigado a prefeita a arcar com dívidas da gestão anterior. “Temos que pagar dívidas com fornecedores, contratos e servidores da gestão anterior por força de ordem judicial. Por isso, alguns de nossos servidores estão sendo prejudicados. Esse desequilíbrio financeiro vai nos obrigar a demitir servidores comissionados, inclusive que ocupam cargos de confiança, para tentar ajustar as despesas do município. Vamos cortar na carne”, declarou.

Sobre o corte de energia elétrica da sede da prefeitura, Antonio explicou que o hospital estadual localizado em Jaicós está com as contas atrasadas o que teria levado a Eletrobras fazer o corte. “Que fique claro que o hospital estadual daqui está com as despesas atrasadas e a Eletrobras não perdoa e cortou a energia da sede da prefeitura também. Mas, estamos negociando e parcelando as dívidas para pagá-las”, explicou.

O secretário também negou a afirmação de que a prefeita Waldelina Crisanto morasse em Teresina e não em Jaicós. Antonio também assegurou que não há retaliação política e que as denúncias do vice-prefeito, não passam de querelas políticas. “Ela mora em Jaicós e não em Teresina. Não fazemos retaliação política nem ao vice e nem a ninguém. Isso é coisa de adversário. A prefeita usa as diárias para se deslocar e não há irregularidade nisso”, afirmou.

A respeito da acusação de Neném da Edite de que a prefeita não teria voz de mando no município, o secretário respondeu: “A prefeitura é administrada a quatro mãos. Até porque eu não iria deixar minha esposa sozinha nas mãos de pessoas que querem prejudicá-la. Por isso, como já fui prefeito e tenho experiência, sempre estou ao lado dela ajudando e colaborando no que for preciso”.

Ainda sobre a denúncia de Neném de que estaria fechada a casa de apoio a doentes de Jaicós que funcionava em Teresina, o secretário negou. “A casa de apoio não foi fechada. A única coisa que teremos que fazer é um controle da quantidade de pessoas que vai pra lá. Pois muita gente sai de Jaicós e vai pra casa mesmo podendo pagar uma pensão. Inclusive, o Neném hospedava pessoas dele na casa, por isso, a raiva dele”, rebateu Antônio Crisanto.

Com informações do portal GP1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Colisão envolvendo 4 veículos deixa homem ferido no Piauí

Um homem, ainda não identificado, ficou ferido na manhã desta terça-feira (16) após uma colisão envolvendo quatro veículos, uma motocicleta, um Suzuki Vitara, um Chevrolet Cruze e um Fiat Palio,

NOTÍCIA DESTAQUE

Mensagem falsa chega a 300 mil usuários prometendo ‘retrospectiva’ no WhatsApp

A fabricante de antivírus PSafe, por meio do seu laboratório de cibersegurança dfndr lab, está alertando usuários sobre um link malicioso divulgado no WhatsApp que promete uma falsa retrospectiva do ano

Alagoinha do Piauí

Secretaria de Educação realiza Jornada Pedagógica 2019.2 em Alagoinha do Piauí; fotos

Com o propósito de melhorar a didática escolar e de verificar os resultados obtidos no primeiro semestre letivo, possibilitando a troca de experiências, o ensino aprendizagem de forma coletiva, promovendo