Missa Solene e carreata encerram 297ª Festa de Nossa Senhora das Mercês, em Jaicós
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 25/09/20

Missa Solene e carreata encerram 297ª Festa de Nossa Senhora das Mercês, em Jaicós

A comunidade católica do município de Jaicós, vivenciou, por mais uma ano, a tradicional Festa de Nossa Senhora das Mercês. Em sua 297ª edição, a maior festividade religiosa do município, teve início no dia 15 de setembro e foi encerrada nesta quinta-feira.

Como de costume, a manhã do dia 24 foi dedicada a Missa Solene da festa. Em frente à igreja, com olhares expressando fé e gratidão, diversos fiéis se reuniram para o importante momento de louvor e adoração à santa padroeira da centenária cidade de Jaicós.

A santa missa foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Plínio José da Luz e concelebrada pelos padres Fernando Amando, Francisco Pereira Borges, Vanderlan Silva e Miguel Feitosa.

Na homilia, o Bispo Dom Plínio disse que a Mãe das Mercês é aquela que cuida e acolhe. “O centro dessa festa é Jesus Cristo, por isso aqui tem a imagem de nossa senhora, e ela apresenta o seu filho. E é por causa dele que nós temos esse carinho especial por ela, como mãe. Mãe de Deus e nossa mãe. Especialmente aqui em Jaicós, por ser a Mãe das Mercês, que é aquela que olha, protege, nos ajuda. E aqui nessa imagem ela está também com a mão estendida, como alguém que queira acolher a todos, porque o coração de nossa senhora é de mãe de todos”.

Durante a tarde, substituindo a tradicional procissão, foi realizada uma carreata com a imagem da venerada Virgem das Mercês pelas ruas da cidade. O ponto de partida foi a Igreja Matriz, seguindo pela Avenida Engenheiro Ribeiro Gonçalves, até o Marco dos 200 anos da paróquia, retornando pela BR-407, até o centro da cidade.

A carreata foi encerrada em frente à igreja, onde o padre Miguel realizou a benção dos carros e motoristas, com a aspersão. Em seguida, foi realizada também a Bênção do Santíssimo Sacramento, que é uma cerimônia devocional, onde um Bispo, padre, ou diácono, abençoa a congregação com a Eucaristia no final de um período de adoração. Após a cerimônia foi feito o arreamento da bandeira, marcando o fim da festa da padroeira.

O pároco Miguel Feitosa, em entrevista ao Cidades na Net, disse que a festa superou as expectativas. “Nós estávamos apreensivos. Foram várias reuniões que fizemos para chegar a um consenso de como como celebrar, e graças a Deus foram superadas nossas expectativas e nossas esperanças foram realizadas. Sonhávamos com 30% da presença dos devotos, mas o Governo do Estado liberou para participação de 75% e chegamos a 70% da presença dos fiéis. Fiquei muito satisfeito. Estou feliz pelo festejo, pela participação. Os devotos se comprometeram em ajudar, assumiram suas tarefas. Então, para mim, foi um tempo de graça” falou.

Ele também agradeceu o apoio de todos que contribuíram para a realização do festejo. “Nós também contamos com o apoio e presença da justiça, do poder municipal, da segurança, da saúde. Então, aqui expresso meu agradecimento a eles e a todo povo de Jaicós. Nós nos unimos para a celebrar a festa de Nossa Senhora das Mercês e também todo o tempo da nossa igreja. Tivemos uma linda festa e com certeza teremos outras, pois a festa não é do padre Miguel, da Igreja de Nossa Senhora das Mercês, essa festa é do povo” disse.

O bispo Dom Plínio disse que a cada ano o povo manifesta sua firme devoção. “Já são 16 anos que participo dessa festa e a gente percebe que cada ano o povo manifesta que tem essa devoção firme no coração. O povo gosta de nossa senhora, quer o bem, tem amor, e nossa senhora muito mais por todos. Jaicós é uma cidade abençoada por ter aquela que é uma protetora que defende de todas as aflições. Nossa senhora está aí, o povo acredita, o povo vive, e por isso participa da festa mesmo em um momento de tanta dificuldade por causa da pandemia”.

Dom Plínio ainda parabenizou o padre Miguel e o povo de Jaicós pela festa. “E o padre Miguel está de parabéns por essa festa. A gente fica contente porque ele tem espírito de animador, ele faz isso com muito gosto e as pessoas correspondem. Mas é claro que a gente reconhece também o povo de Jaicós que soma com ele, pois o padre sozinho não tem condições de fazer. Precisa da adesão e colaboração do povo. E é uma união que soma muito para o bem da nossa diocese. A paróquia de Jaicós é uma das mais antigas e tem um testemunho de vida que a gente pode vislumbrar nos momentos que temos esse contato especial”.

Após o encerramento da programação religiosa, foi realizado ainda o Sorteio da Rifa Entre Amigos e um leilão oculto.

Veja todas as fotos:

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

Padre Marcos

Novena, missa e show católico marcam a 8ª noite dos festejos de Marcolândia; veja fotos

Uma multidão de pessoas participou da oitava noite de novena e missa do festejo de São Cristóvão, na cidade de Marcolândia em sua quinquagésima quarta edição. A Paróquia São Cristóvão

DESTAQUES

Seis mil pessoas foram presas em 2017 no PI; Polícia Civil bate recorde

Cerca de seis mil pessoas foram presas em todo o Piauí, até o momento, no ano de 2017. O dado é do balanço anual da Polícia Civil, divulgado nesta sexta-feira

GERAL

Portões fecham para a segunda etapa do Enem no Piauí; 97 mil farão provas

A segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontece neste domingo (11). No Piauí, 97.294 candidatos são aguardados nos locais de votação. O estado registrou a menor taxa