NUCA de Jaicós promove audiência e discute liderança feminina
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 30/11/19

NUCA de Jaicós promove audiência e discute liderança feminina

“O papel de meninas e mulheres em posição de liderança”. Este foi o tema de uma audiência pública, promovida pelo Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (NUCA), nesta quinta-feira, 28, em Jaicós. Realizada no auditório da Secretaria de Assistência Social, a audiência cumpriu o ‘Desafio 5: Promover a Educação para Cidadania Democrática, proposto pelo Selo Unicef.

O evento contou com participação de alunas das escolas municipais Francisco Crisanto e Padre David e da Escolinha Pequeno Polegar, da articuladora do Selo Unicef, Jasmira Leal, mobilizadora do NUCA, Mikaelle Teixeira e da integrantes do grupo, Mislene Alencar, Geisa Silva e Maria Lorrani.

Para falar sobre a temática da liderança feminina, o NUCA convidou mulheres que ocupam cargos de destaque no município e promoveu uma mesa redonda, que contou com a participação da vereadora Sirlene Lopes e da jovem Maria Lorrani da Silva.

Em sua participação, a jovem Maria Lorrani, que é uma das coordenadoras do grupo Jovens Sementes de Cristo, que integra a Pastoral da Juventude de Jaicós, falou sobre o grupo. “Há 3 anos faço parte da PJ e coordeno com mais duas mulheres e um homem. A PJ é um pastoral social, onde não fazemos somente o Natal mais feliz com a PJ, mas também missões, Via Sacra, campanhas e outras atividades. Para os interessados em participar basta irem aos encontros, que acontecem aos sábados, no patronato” falou.

Ela também falou sobre o Natal Mais Feliz com a PJ, projeto desenvolvido pelo grupo desde 2012. “É um evento muito lindo. Antes de tudo a gente sai em missão para saber quantos jovens são, saímos no sol das 13 horas para ir atrás das crianças que vão participar, nos deslocamos até Picos para comprar presentes e vamos atrás de patrocinadores. Mas no final de tudo é muito gratificante ver o sorriso no rosto de cada crianças e saber que fizemos o natal delas mais feliz” destacou.

Sirlene Lopes, que é vereadora, já atuou como conselheira tutelar e faz parte de grupos da igreja católica falou um pouco de sua trajetória de vida, abordando sobre a infância na localidade Umburanal, a tradição religiosa da família e a vinda para a zona urbana do município.

A vereadora destacou também a importância da participação em espaços de decisões. “Nós mulheres precisamos estar presentes nos momentos de decisões, nas associações, grupos, fóruns, conferências. Todos esses momentos são importantes e vão servir para vocês. Basta ter vontade, começar dentro de casa, colaborar no voluntariado, que é uma das mais importantes ferramentas para a gente chegar em qualquer lugar” disse.

Quem também falou um pouco de sua trajetória foi a mobilizadora Mikaelle Teixeira. “Eu vim de família humilde, fui aluna no Francisco Crisanto, sempre estudei em escola pública. Na minha infância eu era gaga e sofria muito com isso. Então, minha mãe me levou na psicóloga e ela me orientou a trabalhar isso participando de projetos e foi assim que comecei a me soltar. Participei do pro-jovem e foi muito bom para mim e meu primeiro emprego foi no Serviço de Convivência, que é o antigo pro-jovem” relatou.

Ela ainda falou que alcançou o que tem hoje, porque no início não desistiu. Hoje sou formada em Ciências Contábeis e História e estou concluindo meu terceiro ano de trabalho na Assistência Social. E tenho certeza que só consegui tudo isso porque lá atrás não desisti, porque não parei por ser gaga. Ainda não estou trabalhando na área que sou formada, mas cresci muito e sou muito grata. E acredito que aqui todo mundo tem um plano perfeito, mas depende de você aproveitar as oportunidades” falou.

Ao final do evento, a articuladora do Selo, Jasmira Leal, destacou que as mulheres precisam lutar para conquistar seu espaço. “Nós mulheres temos que conquistar nosso espaço, somos capazes de ser o que quisermos, mas para isso precisamos lutar, ir em busca e não ficarmos sentadas esperando algo chegar. A gente se destaca na sociedade participando. Temos que estar sempre presentes.  Não temos um resultado amanhã, mas com anos de luta, estudo e dedicação a gente chega lá” disse.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

Simões 0 Comments

NEAD/UESPI divulga lista de classificados para cursos de especialização nas cidades de Simões, Jaicós e mais 13 polos do Piauí

O Núcleo de Educação à Distância da Universidade Estadual do Piauí – NEAD/UESPI divulgou nesta quinta-feira, 4, a lista de classificados do processo seletivo do edital NEAD/PROP/UESPI/UAB 001/2016 para os

GERAL

Proposta de reforma prevê pagamento de R$ 400 a idosos ‘miseráveis’

A proposta de reforma da Previdência apresentada nesta quarta-feira, 20, ao Congresso prevê o pagamento de um benefício de R$ 400 a partir dos 60 anos para idosos que comprovarem

Energia eólica gerará 3 mil empregos no PI a partir de 2014, diz governo

O Piauí pode contar com um investimento de pelo menos R$ 10 bilhões em energia eólica nos próximos cinco anos. Os números foram apresentados nesta quarta-feira (26) pelo governador Wilson