Obra de transposição do rio São Francisco vaza e governo evacua 2.000 pessoas no CE
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 23/08/20

Obra de transposição do rio São Francisco vaza e governo evacua 2.000 pessoas no CE

Cerca de 2 mil pessoas foram retiradas de suas casas na região de Jati, no Ceará, na madrugada deste sábado, 22, após o rompimento de uma tubulação de uma barragem, na noite de sexta-feira, 21. A estrutura foi construída para receber águas da Transposição do rio São Francisco e abastecer o Ceará.

O trecho da transposição no sertão cearense foi inaugurado, em 26 de junho, pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seu ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) confirmou o rompimento e frisou que o vazamento já foi solucionado e que a evacuação ocorre de forma preventiva, “zelando pela preservação de vidas em primeiro lugar”, diz a nota do órgão. As pessoas que moram em um raio de dois quilômetros ao redor do reservatório foram evacuadas.

tubulação ceará

Crédito: ReproduçãoCeará: 2 mil pessoas são evacuadas de suas casas após tubulação romper

O estouro da tubulação ocorreu após falha em uma das tomadas d’água que controlam as comportas de vazão do reservatório. Com o vazamento, o sistema elétrico da barragem ficou comprometido e foi necessário a instalação de um gerador para garantir que a comporta fosse fechada, interrompendo o vazamento. Técnicos de manutenção e engenheiros da obras estão no local desde o início do vazamento na tarde de sexta-feira, 21.

A evacuação ocorre horas após o próprio Ministério do Desenvolvimento Regional anunciar que engenheiros da obra e técnicos da Defesa Civil de Jati terem pontuado que o vazamento não teria gerado qualquer risco de rompimento da barragem. A ruptura ocorreu um dia após a comporta do reservatório Jati, no Interior do Ceará, ser acionada para liberar as águas do São Francisco para o abastecimento do Estado.

Segundo a pasta, os moradores estão sendo comunicados da necessidade de se retirarem do local por meio de carros de som que percorrem as vias da cidade. Profissionais da Defesa Civil e trabalhadores da empresa que gerencia a barragem foram convocados para ajudar na divulgação do alerta, visitando residência por residência.

As famílias receberam auxílio para se deslocarem em direção a hotéis, pousadas e alojamentos na região ou para irem até a casa de parentes e amigos que morem mais afastados da barragem, segundo informou o MDR. A situação deve se manter “até que sejam feitas todas as avaliações técnicas das estruturas do reservatório”, pontuou o ministério.

 

Fonte: Catraca Livre

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

PI: Lavrador morre após árvore cair e esmagar sua cabeça

O lavrador José Garcia Moraes de Sousa, de 58 anos, teve o crânio esmagado por uma árvore que caiu sobre a sua cabeça enquanto trabalhava. A tragédia aconteceu na tarde desta

MUNICÍPIOS

Jovem de Alagoinha do Piauí é encontrado morto no estado de Alagoas

O jovem Walysson Arrais, de 21 anos, natural de Alagoinha do Piauí foi encontrado morto com um tiro na cabeça em Rio Largo, região metropolitana de Maceió, no estado de

Curral Novo do Piauí 0 Comments

Lista do TCU barra possível candidatura de ex-prefeito em Curral Novo do Piauí

O Tribunal de Contas da União encaminhou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na semana passada, a lista de todos os gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares pela má