Mais de 500 veículos apreendidos ocupam antigo prédio da Delegacia Regional
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 30/08/18

Mais de 500 veículos apreendidos ocupam antigo prédio da Delegacia Regional

O antigo prédio da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil do Piauí, localizado na Avenida Severo Eulálio, em Picos, ainda continua sendo depósito de veículos apreendidos. A estimativa parcial é que no local existam mais de 500 motocicletas e 50 carros.

O antigo prédio está fechado há mais de dois anos após os distritos policiais passarem a funcionar na sede da Central de Flagrantes, no bairro Canto da Várzea.

Mesmo depois da inauguração da sede da Central de Flagrantes os veículos apreendidos continuavam sendo encaminhados para o prédio antigo, porém atualmente devido a superlotação isso se tornou inviável.

Nas últimas semanas, o local foi objeto de perícia realizado pelo Instituto de Criminalística da Polícia Civil do Piauí. A iniciativa teve por objetivo atestas as condições estruturais das dependências internas e externas do imóvel.

Vale ressaltar que devido o efetivo reduzido de policiais, a vigilância do local é feita apenas por rondas  já que não é possível realizar em tempo integral.

Fonte: Folha Atual

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

Francisco Macêdo

FRANCISCO MACEDO | Escola Eleúza M. de Alencar promove III Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente

Com o tema: “Vamos Cuidar do Brasil. Cuidando das Águas”, aconteceu na noite desta terça-feira (17), a III Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, na Unidade Escolar Eleúza Maria de Alencar,

GERAL

Taxa extra da conta de luz vai subir até 50%, confirma Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (21) um reajuste nos valores da bandeira tarifária amarela e da bandeira vermelha, nos patamares 1 e 2. Segundo o G1,

Simões 0 Comments

Prefeitos e técnicos da APPM se reúnem com órgãos de controle para discutir Transparência

Na tarde de ontem (13), prefeitos, contadores e técnicos da APPM se reuniram com representantes do Ministério Público de Contas (TCE), Ministério Público Federal e Justiça Federal para tratarem sobre