SAMU de Picos divulga nota de esclarecimento sobre a não realização de transferências de pacientes
Publicado por: Mateus Silva | Data: 22/02/21

SAMU de Picos divulga nota de esclarecimento sobre a não realização de transferências de pacientes

A Secretaria de Saúde de Picos, por meio da Coordenação Administrativa do SAMU de Picos, divulgou nesta segunda-feira, 22, uma nota explicando que o SAMU não realizará transferências de pacientes para a capital Teresina.

De acordo com a nota de esclarecimento, o serviço não está sendo realizado desde janeiro. Atualmente, o órgão conta com uma ambulância de Unidade de Suporte Básica, que está desativada no momento e uma Unidade de Suporte Avançado, que está em funcionamento.

Segundo a coordenadora do SAMU de Picos, Camila Luz, o principal objetivo é o atendimento de ocorrências de várias naturezas que precisam de transporte dentro do município de Picos, sendo que, ao realizar o transporte para Teresina, a sede ficava sem condições de atendimento por um determinado período.

Ainda em nota, a Saúde de Picos frisa o compromisso com os diversos serviços ofertados e lembra que a locomoções de pacientes internados no Hospital Regional Justino Luz é de responsabilidade do próprio hospital.

Veja nota na íntegra:

A Secretaria Municipal de Saúde através da Coordenação Administrativa do SAMU de Picos informa à população através dessa nota, que desde janeiro deste ano o SAMU não está realizando transferências. Atualmente o órgão conta com uma Ambulância USB (Unidade de Suporte Básico – que está desativada) e uma em funcionamento USA (Unidade de Suporte Avançado). A coordenadora administrativa do SAMU de Picos, Camila Luz, afirma que o SAMU tem como foco principal o atendimento a ocorrências de várias naturezas que necessitam de transporte e auxílio médico dentro do município. Quando as transferências estavam sendo realizadas para Teresina, a base ficava desassistida por um grande período de tempo, o que ocasionava transtornos para os pacientes que necessitavam deste serviço. A Saúde do Município reitera o compromisso com os diversos serviços ofertados, contudo, neste caso específico com o uso de apenas duas ambulâncias o município não pode realizar transferências para a capital ou outras cidades, a execução dessas atividades acarretaria em complicações nos atendimentos móveis do município. Outrossim, ainda que nosso desejo fosse poder atender a tais demandas, e por todo o exposto, cabe ressaltar que tais remoções de pacientes que estavam internados no Hospital Regional de Picos, é de responsabilidade do próprio HRJL.

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

GERAL

Queda de arrecadação dificulta pagamento da folha, alerta presidente da APPM

O presidente da Associação Piauiense dos Municípios (APPM), prefeito Jonas Moura, afirmou nesta terça-feira (21) que o pagamento do funcionalismo municipal terá dificuldades mesmo com a recomposição do Fundo de

GERAL

Governo detalha regras do Contrato Verde e Amarelo

O Ministério da Economia publicou portaria detalhando a Medida Provisória (MP) 905 de 2019, que cria o chamado Contrato Verde e Amarelo. A norma trata de aspectos como o prazo do contrato, o

Picos

Veículos só poderão transportar alunos em Picos após regularização frente à cooperativa

Veículos responsáveis pelo transporte de alunos em Picos deverão estar regularizados para poder prestar esse serviço no município. A Cooperativa de Condutores Autônomos de Veículos de Passageiros da Macrorregião de