Polícia investiga envolvimento de supostos milicianos em onda de assaltos em Teresina
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 29/08/19

Polícia investiga envolvimento de supostos milicianos em onda de assaltos em Teresina

A Polícia Civil do Piauí investiga o envolvimento de um suposto grupo de milicianos em uma onda de assaltos que têm acontecido na zona Norte de Teresina. A suspeita surgiu durante a investigação de um assassinato realizada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) no bairro Santa Maria da Codipi. Uma dupla de irmãos foi presa e revelou o envolvimento com policiais.

Segundo o coordenador da DHPP, o delegado Francisco Costa, o Baretta, o suspeito identificado como Jamilson Rodrigues e o irmão Jacson Rodrigues da Silva, foram presos na madrugada desta quinta (29) em uma operação da DHPP que investigava o assassinato da vítima Francisco de Assis da Silva. Durante a investigação, a Polícia apurou que a dupla estaria evolvida em outro tipo de crime.

O ESQUEMA
Os suspeitos cobravam uma “taxa” de comerciantes da região para que seus estabelecimentos não fossem assaltados. O esquema funcionava da seguinte maneira: os irmãos ofereciam o serviço de segurança aos micro-empresários. Casos eles não aceitassem suas lojas eram arrombadas e roubadas em seguida. Após a prisão, os dois revelaram que o esquema supostamente envolve policias da capital.

“As pessoas que não aceitam coincidente têm o estabelecimento arrombado e assaltado. Essa informação surgiu enquanto investigávamos a morte de Francisco de Assis da Silva, que foi morto em 2018, na Santa Maria. A vítima foi morta por uma dupla no meio da rua. Hoje, prendemos o Jamilton, Olho de Vidro, e o irmão, Jackson. Nessas investigações, surgiu a informação de que esses indivíduos estariam aliados com policiais no sentido de que fizessem esse trabalho de segurança naquela região. Estamos investigando para verificar se isso realmente ocorreu”, afirmou.

Segundo delegado, a polícia ainda investiga a veracidade dos depoimentos dos suspeitos. Baretta pontou que ainda não se sabe de qual força da polícia os supostos milicianos fazem parte. “Podem ser policiais rodoviários, civis ou militares”, disse. Jamilton foi preso por assassinato e o irmão dele por porte ilegal de arma de fogo.

Fonte: OitoMeia

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

ANVISA e Vigilância Sanitária classificam HEMOPI com médio baixo risco

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (HEMOPI) foi classificado como Médio Baixo Risco, com 94,754% de conformidades atendidas, de acordo com o Método de Avaliação de Risco Potencial

Simões

Prefeitura de Simões inicia obras de recuperação de estradas vicinais

Com o objetivo de melhorar as condições de trafegabilidade nas estradas que dão acesso às comunidades rurais, a Prefeitura Municipal de Simões iniciou os trabalhos de recuperação de estradas vicinais

NOTÍCIA DESTAQUE

Piauí fecha 2019 com R$ 14 bilhões em impostos, diz associação

O estado do Piauí conseguiu fechar o ano de 2019 com quase R$ 15 bilhões nos cofres públicos oriundos de impostos arrecadados em 12 meses do ano. Os dados são