Acusados de praticar arrombamentos são presos no Piauí
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 22/08/18

Acusados de praticar arrombamentos são presos no Piauí

Quatro pessoas identificadas como Roniere Silvério dos Santos, Rafael Rodrigues dos Santos, José Mario da Silva e Leudimar Braga Moura foram presas na manhã desta terça-feira (21), por volta de 11h, acusados de praticarem uma série de arrombamentos nas zonas leste e norte de Teresina.

A prisão foi realizada pelos oficiais do 9º Batalhão da Polícia Militar. A tenente-coronel Elza Rodrigues, do núcleo de comunicação da PM-PI, informou que os acusados teriam praticado pelo menos 15 arrombamentos no último mês.

O líder do grupo, Roniere Silvério dos Santos, já praticou arrombamentos em diversos locais como em uma igreja evangélica na zona leste da Capital. Durante a ação criminosa, o indivíduo subtraiu equipamentos de som que estavam avaliados em torno de R$ 15.000,00, e que teriam sido vendidos por R$ 350,00.

Ele também é suspeito de ter entrado na Caixa Econômica, próximo ao Supermercado Atacadão, na zona norte de Teresina, e ter furtado uma televisão e dois computadores. Roniere atuava, principalmente, nos bairros Santa Maria da Codipi, Primavera, São Joaquim e Aeroporto.

Fonte: GP1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

Polícia apreende menor com revólver em município do Piauí

Na tarde desta terça-feira (08/08), policiais da Força Tática do 3º Batalhão da cidade de Floriano conduziram para o distrito um menor de iniciais K.S.S, morador da Vila Leão, na

POLÍCIA

Vídeo mostra flanelinha sendo assassinado a tiros no Piauí

A Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira (12),as imagens das câmeras de segurança de um restaurante próximo a Praça do Marquês que registrou o momento em que o flanelinha Lourival dos Santos,

POLÍCIA

Bolsonaro diz que se empenhará por maior cooperação entre o Brics

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta sexta-feira (28), ao abrir a reunião informal do Brics, grupo de países que reúne Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul,