Connect with us

DESTAQUES

Mais dois suspeitos de envolvimento no caso da mulher esquartejada são presos em Teresina

Publicado

em

Um homem, considerado como mais um mandante do assassinato de Silvana Rodrigues de Sousa, e a dona da casa onde a vítima foi enforcada foram presos, na manhã desta terça-feira (09), em Teresina. Os presos não tiveram os nomes divulgados pela polícia. 

A vítima foi enforcada e esquartejada. As partes do corpo dela foram encontradas dentro de um saco, em uma cova rasa na região da Vila da Guia, na zona Sudeste de Teresina, no dia 26 de junho.

Foto: Reprodução   

Com as prisões de hoje já são três pessoas envolvidas no crime. Ontem, a blogueira Maria Clara Sousa Nunes Bezerra, de 25 anos, foi presa pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

De acordo com o delegado Bruno Ursulino, Maria Clara exerce o papel de “disciplina” dentro da organização criminosa que faz parte e tem o poder de determinar quem será executado.  “Ela é uma das pessoas que tem essa função [disciplina]. Essa função recai sobre ela o papel de ficar determinando as punições que serão sofridas por aqueles que por ventura transgredirem aquilo que eles levam como norma. A Silvana caminhava por aquele setor da Vila da Guia, mas foi descoberto que ela também andava em outros setores que pertencem a outros grupos criminosos. A partir dessa desconfiança a Maria Clara chamou a Silvana para essa emboscada. A gente sabe que foi enforcada no local e posteriormente esquartejada. Desde o início que a Maria Clara chamou e que depois a Silvana foi esquartejada a Maria Clara esteve no local”, explicou à TV Antena 10.

Publicidade

O delegado ainda contou para a TV Antena 10 que Maria Clara se passava por blogueira, mas que utilizava as redes sociais para dar notoriedade para a facção criminosa que participa. Outras pessoas já estão sendo investigadas pela polícia.

“Ela se apresenta como blogueira mas a gente sabe que o papel dela não é esse. Ela é uma pessoa que tenta se mascarar através dessa atividade ilícita para dar uma maior notoriedade para esse movimento criminoso que ela exerce. Outras pessoas serão presas, a questão é só a gente concretizar nos autos, mas elas serão presas”, finalizou.

Fonte: Portal A10+

Publicidade

Facebook

MAIS ACESSADAS