Coligação de Wellington Dias entra com ação contra Luciano Nunes
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 23/08/18

Coligação de Wellington Dias entra com ação contra Luciano Nunes

A coligação “A vitória coma força do povo” entrou com representação eleitoral contra o candidato ao Governo do Estado, Luciano Nunes, para que ele retire do ar publicações das redes sociais. O governador Wellington Dias (PT) considerou “calunioso e difamatório”  as mensagens.

Na ação, impetrada no último dia 21 de agosto no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), os advogados da coligação “A vitória com a força do povo” mostram documentos que provam que o candidato Luciano Nunes associa Wellington Dias à palavra “mentiras”, ao mostrar dois gráficos que supostamente mostram queda acentuada de Wellington Dias nas pesquisas de opinião.

Numa primeira postagem no Instagram a imagem mostra Wellington Dias ao lado de um gráfico que aponta suposta queda das intenções de voto do candidato do PT, associada ao texto “O Piauí cansou de mentiras”.

Em outra postagem, o mesmo gráfico é mostrado, mas desta vez associado ao texto “O Piauí cansou e quer mudanças” e a uma logomarca do candidato Luciano associando este a “Governador da Verdade”.

De acordo com os advogados da coligação, além de caluniar e difamar a imagem do governador Wellington Dias ao associá-lo à palavra “mentira”, as duas postagens no Instagram usam de fake news ao distorcer as pesquisas realizadas pelo Instituto Amostragem.

“Ao citar a pesquisa de intenção de votos feita em fevereiro de 2018, a postagem usou a liderança do governador utilizando os votos válidos. E, ao comparar com as pesquisas mais recentes, incluiu os votos brancos e nulos, o que faz o eleitor acreditar que Wellington teve uma queda acentuada na preferência”, diz a nota.

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Plenário da Câmara aprova ajuda a estados e municípios

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 431 votos a 70, o Projeto de Lei Complementar 149/19, substitutivo do deputado Pedro Paulo (DEM-RJ) ao projeto conhecido como Plano Mansueto,

POLÍTICA

TSE multa campanha de Haddad por impulsionar notícias contra Bolsonaro na internet

O ministro Luiz Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou que o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, derrotado na eleição do ano passado, e a coligação dele

POLÍTICA

Aprovada PEC que permite repasse direto de emendas para estados e municípios

O Plenário do Senado aprovou na última terça-feira (9) uma proposta de emenda à Constituição que permite a transferência direta de recursos federais para Estados e municípios, através de emendas