Dois projetos são aprovados durante sessão da Câmara de Patos do Piauí
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 21/11/18

Dois projetos são aprovados durante sessão da Câmara de Patos do Piauí

Dois Projetos de Lei foram aprovados no plenário da Câmara Municipal de Patos do Piauí, em sessão ordinária realizada no último sábado, 17, presidida pelo vereador José Hélio dos Santos, o Helinho-PDT, vice-presidente da Casa.

Foi aprovado o Projeto de Lei n 04/2018, que estima a receita e fixa a despesa do município de Patos para o exercício de 2019. E o Projeto de Lei 03/2018, que dá nova redação aos anexos I e II da Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2019 e dá outras providências.

No segundo expediente, os vereadores ocuparam a tribuna para se pronunciar. A primeira foi a vereadora Luzitânia Dias dos Reis, a Taninha (SD), que após cumprimentar a todos, voltou a falar sobre o pagamento dos professores.

Em outro momento, a vereadora reclamou sobre a falta de copos descartáveis na Unidade de Saúde. “Me deparei com uma situação que me deixou indignada e não poderia deixar de falar aqui, inclusive, duas pessoas da minha área vieram me pedir para cobrar aqui na sessão e pedi para que me deixassem ver e vi com meus próprios olhos. Copos descartáveis foram retirados e colocados copos plásticos, onde os pacientes, todas as pessoas que estão esperando consultas, bebem nos mesmos copos. Não é uma humana uma situação dessa, tem dinheiro suficiente na Saúde. Nunca vi uma repartição pública sem copos descartáveis, ainda mais uma unidade de saúde, onde as pessoas vão para procurar saúde, e não doença” relatou.

O vereador Adalberto José Lopes, também falou sobre a problemática dos recursos para a Educação, pedindo união dos poderes em busca de uma solução. “Diante dos números que vi apresentados aqui e que acredito plenamente, porque estou acompanhando, não vejo esses recursos. Entra sim recursos, mas insuficientes para que seja possível pagar em dia, porque recebemos, mas também temos as obrigações. Seria bem melhor se nós da Câmara, poder Executivo, professores e população nos uníssemos e fossemos buscar uma solução, pois enquanto estivermos cada um para um canto brigando, nunca chegaremos a lugar nenhum. Os recursos são poucos, sei da dificuldade porque sou esposo de professora e tenho colega professor, mas como vou pagar uma dívida de 500 com 200?” disse.

O Vereador Wilson Viera (PTB), após agradecer por mais um dia de trabalho na Casa, agradeceu por ter sido feito o conserto no poço da localidade Canudos e também repercutiu na tribuna sobre a problemática da educação.

Wilson também parabenizou Cesar e Lurdinha, os profissionais da Saúde pelo evento realizado com pessoas com deficiência e falou sobre o programa Mais Médicos. “Lamento pelos médicos cubanos que vamos perder. O prefeito acabou de informar na audiência que o programa continua, mas esperamos que tenha profissionais para substituir os que estão. Porque se sabe que primeiro é oferecido aos brasileiros, mas muitos deles não querem por causa do salário e porque não poderão atuar em outros programas” comentou.

A vereadora Zuleide Costa (PSB), agradeceu a Deus por mais dia de trabalho, convidou a população a participar e justificou a ausência na sessão passada. Ela ainda parabenizou o prefeito pela audiência e entrega de dois veículos para a Saúde e o vereador Marlon, pela obra que está sendo realizada no povoado Cajueiro.

“Parabenizo o prefeito pela audiência e entrega dos veículos. Os veículos já estavam comprados há alguns dias e não haviam sido entregues e isso estava virando motivo de muita cobrança aqui na sessão, mas hoje, que foi feita a entrega, não parabenizaram. Parabenizo também o vereador Marlon pela belíssima obra que está sendo feita no povoado Cajueiro, estive lá essa semana e pude ver, é uma obra de grande porte. Com certeza, agora os alunos da Martins Vieira terão um novo estímulo para estudar. O ensino lá é de qualidade, só não tivemos estrutura, mas essa obra vai beneficiar os alunos do povoado e dos interiores vizinhos que se deslocam para estudar no Cajueiro” destacou ela.

O vereador Marlon Costa (PRTB), agradeceu a Deus por mais um dia de trabalho, agradeceu a vereadora Zuleide pelas felicitações e falou sobre a obra no Cajueiro. “É uma obra que está finalizando, já está nos acabamentos finais, com todo piso pronto e sendo feita a pintura. O ensino lá é realmente de qualidade, apesar das dificuldades a gente vem tendo sucesso, todo ano passa aluno no vestibular. E creio que no próximo ano, com a estrutura que a escola vai oferecer, para os alunos que realmente querem estudar, as oportunidades vão aumentar” disse.

Marlon Costa ainda parabenizou o prefeito e falou sobre a Copa do Boqueirão, que terá a final realizada no dia 8 e cobrou obras na PI. “A Copa é tipo a segunda divisão do Campeonato Patoense, é com os times que tem tradição, mas não tem estrutura para disputar o municipal. A gente sempre fala aqui sobre a PI, que é uma estrada de responsabilidade do Governo do Estado, mas somos nós quem utilizamos. Se fosse possível, a estrada está precisando de um roço e tem também a questão dos buracos. Colocaram um aterro no final do ano, serviu bastante, mas com a chuva começou a estragar de novo. Se for possível, que coloquem um cimento para não carregar o aterro, pois o trecho é pequeno, da Lagoinha para o Cajueiro, que é o lugar mais perigoso” falou.

O vereador Antônio Rufino, o Tonhão (PP), parabenizou o prefeito pela entrega dos veículos à Saúde e falou sobre a questão da Educação. “É uma cobrança que já vem se arrastando há muito tempo. Quando foi implantando o piso salarial já sabíamos que seria essa dificuldade. Agora, todo ano tem que aumentar o salário dos professores, então, isso aí a gente já esperava, não é que eu quero criticar o prefeito, mas estou falando a realidade. Em todas as sessões a nobre vereadora cobra e hoje está aqui o prefeito e o Tiney, então espero que seja esclarecido” destacou.

O vereador José Hélio (PDT), disse que seu nome tem sido usado em vão por algumas pessoas. “Ouvi atentamente o relato de cada vereador e isso é democracia, é o direito de falar, mas também de ouvir. Aqui tem acontecido coisas que me chateiam. A gente tenta ajudar as pessoas e uma meia dúzia de apaixonados políticos usa da falta de conhecimento para agredir as pessoas, sem saber o que dizem. A partir de hoje sei quem são as pessoas que andam usando meu nome nessa questão de energia e nada fiz do que correr atrás para que essa empresa viesse ao município. Não tenho poder de manipular uma empresa, de tirar nome a ou b. Então, se eu ver essas pessoas usando meu nome em vão, elas terão que responder na Justiça” disse.

José Hélio ainda justificou que não votou contra a aprovação das contas do ex-prefeito Sílvio. “Na sessão passada, quando aprovamos as contas do ex-prefeito Silvio, e fui votar e fundamentei meu voto na minha ideologia, como qualquer vereador tem o direito de falar, o nobre colega Wilson usou uma coisa inverídica, dizendo que nós teríamos votado contra as contas do ex-prefeito Silvio e isso não é verdade. As contas que foram rejeitadas em Patos foram as do ex-prefeito Aluísio, porque veio o relatório do TCE e a Casa acompanhou” disse.

Solicitando o direito de resposta, o assessor técnico da Prefeitura, Francinei Sousa, o Tiney, falou sobre questões levantadas na reunião passada. “Sempre apresentamos relatórios, sempre dialogamos com o sindicato, Agenilson sempre designou um representante para ouvir o sindicato […] Foi dito pelo vereador Wilson na reunião mencionada no ofício, que a greve se justificava pela ausência do prefeito nas reuniões solicitadas pelo sindicato, mas a verdade é que Agenilson sempre designou alguém, nunca nenhuma reunião do sindicato ficou sem nenhum representante […]. E em nenhuma reunião agimos com aspereza ou arrogância, sempre tivemos uma discussão muito tranquila” justificou ele.

Tiney também respondeu à declaração da vereadora Luzitânia, de que o prefeito não consegue pagar os professores por não fazer economia. “O vereador realmente deve fazer suas cobranças, apontar falhas, fiscalizar, mas deve fazer isso de maneira correta, com informações verídicas. A vereadora Luzitânia, disse que a prefeitura já realizou, com gêneros de limpeza e alimentícios, a despesa de 166 mil e 695 reais, mas essa informação não é verdade porque se refere ao valor licitado, ou seja, uma previsão do que poderá ser gasto no ano. O que foi comprado, na verdade, foi 62 mil. Esses relatórios encontram-se no balancete. O que precisa ser feito é diferenciar valor licitado, de realizado, compreender que existe valor empenhado, liquidado e pago. Um representante da população que se comunica com um enorme público deve ter o comprometimento de levar informações fidedignas […]” disse.

sobre o autor

Josely Carvalho
Josely Carvalho 11501 posts

Jornalista e Relações Públicas, formada pela Universidade Estadual do Piauí.

POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Governador se reúne com deputados para resolver situação dos suplentes

O governador Wellington Dias (PT) irá se reunir com os deputados Wilson Brandão (Progressistas) e Pablo Santos (MDB) esta semana. A expectativa é que os parlamentares aceitem retornar às pastas

POLÍTICA 0 Comments

Wellington se reúne com Michel Temer e discute dívida de Estados

Após audiência com o presidente do Senado, Renan Calheiros, o governador Wellington Dias e representantes dos estados do Nordeste, Norte e Centro-Oeste estiveram reunidos, na tarde desta terça-feira (16) em

DESTAQUES 0 Comments

Justiça Eleitoral reprova contas de campanha de Joaquim Neto em Patos do PI

O candidato a prefeito do município de Patos do Piauí pela Coligação “A mudança que o povo quer”, Joaquim Lopes dos Reis Neto (PTB), teve sua prestação de contas eleitoral