Evaldo Gomes vai decidir destino do PTC com Wellington Dias
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 19/07/18

Evaldo Gomes vai decidir destino do PTC com Wellington Dias

A bancada do PTC vai definir seu destino político durante reunião com o governador Wellington Dias (PT-PI) na tarde desta quinta-feira (19). Esse será o primeiro encontro do partido com o chefe do Palácio de Karnak depois que o governador confirmou a formação do chapa única proporcional, com todas as legendas da coligação.

O problema é que esse cenário contrapõe à estratégia defendida pelos petecistas que desejam montar uma ‘chapinha’ somente com o PCdoB para concorrer a vagas na Assembleia Legislativa.

Antes desse ‘pé de ouvido’ com o governador, a executiva do PTC vai se reunir, ainda pela manhã, para analisar as propostas e contrapropostas que pretende apresentar a Wellington Dias na tarde de hoje. As informações foram confirmadas ao GP1, na noite desta quarta-feira, pelo deputado estadual Evaldo Gomes, que dirige a legenda no Piauí.

“O PTC se reúne ainda pela manhã para discutir o futuro do partido. A tarde levaremos a nossa proposta para avaliação junto ao governador. Esperamos sair de lá com a situação resolvida”, ponderou Evaldo que não pretende abrir da chapinha para coligar com todos os partidos da base, como deseja Wellington Dias.

Fonte: GP1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Governo Dilma pode criar novo imposto para enfrentar a crise

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou neste sábado (5) que o governo poderá propor ao Congresso um imposto de caráter temporário para equilibrar suas contas durante a fase mais

POLÍTICA

‘Sem educar não se avança’, diz novo ministro da Educação

O novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, usou seu perfil no Facebook para comentar sua nomeação para o cargo, anunciada no fim da tarde de sexta-feira (27) pelo governo

POLÍTICA

Ciro Nogueira admite possibilidade de disputar o Governo em 2022

O senador piauiense Ciro Nogueira Filho não descarta a possibilidade de se candidatar ao Governo do Piauí em 2022. Ele admitiu que hoje é o nome mais forte do Progressistas