Firmino Filho nega candidatura ao Governo e admite apoiar João Vicente Claudino
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 13/11/17

Firmino Filho nega candidatura ao Governo e admite apoiar João Vicente Claudino

Apesar de ter sido citado pelo potencial candidato ao governo pelo PSDB, o prefeito Firmino Filho descartou essa possibilidade e admitiu que deve apoiar a candidatura de João Vicente Claudino (sem partido) ao governo do Estado. O empresário ainda não declarou sua participação na disputa e ainda estuda a sua filiação partidária, que só deve acontecer no próximo ano.

O prefeito também negou a possibilidade de sair do PSDB para se filiar aos Progressistas e, portanto, não fará parte da base de Wellington Dias (PT). Ele afirmou ainda que o apoio ao nome de oposição é um ‘o caminho natural’. “Existe uma boa vontade muito grande com relação ao João Vicente. O diálogo com o João é muito tranquilo, muito maduro”, pontuou.

Firmino Filho participou da convenção que elegeu a nova executiva estadual do PSDB no Piauí (Foto: Elias Fontenele/ O Dia)

O nome do empresário tem sido trabalhando como uma das propostas dos partidos que fazem oposição ao governador. No entanto, a disposição de seu nome para o cargo dependerá, também, da sigla ao qual se filiará. Apesar de já ter sido convidado por diversas siglas, a tendência é que João Vicente Claudino retorne ao PTB, que hoje faz parte da base de Wellington Dias.

Fonte: O Dia

Foto destaque: reprodução

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Proposta do adiamento das eleições pode ser votada nesta quarta pela Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que prevê o adiamento das eleições municipais de outubro para os dias 15

POLÍTICA

VILA NOVA | Pronunciamentos e aprovações de Projetos de Lei compõem pauta da última sessão ordinária do ano

Durante o ano de 2019 muitas sessões foram realizadas no plenário da Câmara Municipal de Vila Nova do Piauí, todas marcadas por uma série de discussões sobre o andamento dos

POLÍTICA

STF estabelece prazo e Moro afirma que apresentará provas contra Bolsonaro

O ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), estabeleceu nesta quinta-feira, 30, o prazo de cinco dias para que o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, preste depoimento