Governador anuncia que 500 policiais voltarão a fazer segurança nas ruas
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 02/01/19

Governador anuncia que 500 policiais voltarão a fazer segurança nas ruas

Em entrevista coletiva após tomar posse nesta terça-feira, 1º de janeiro, o governador Wellington Dias (PT) anunciou que 500 policiais que atualmente fazem a segurança em órgãos públicos dos três poderes irão voltar para as ruas. O governador disse que essa é uma decisão que vai gerar algumas insatisfações, mas é necessária e faz parte do pacote de cortes de despesas. A cerimônia aconteceu na tarde de hoje no plenário da Assembleia Legislativa do Estado e depois o gestor concedeu entrevista à imprensa.

“Esses é um dos atos que vou assinar no Karnak. Essa decisão foi tomada em acordo com todos os poderes. Esses que voltarão para as ruas serão substituídos por homens que estavam na inativa, aposentados. Essa é uma das medidas que vamos tomar na área da segurança pública”, divulgou.

O governador também falou sobre a acusação da oposição de que houve uso da máquina pública em sua campanha eleitoral de 2018.

“Pelo que sei, uma das acusações é de que o Ministério da Saúde mandou mais recurso para o Piauí do que para a Bahia e Pernambuco. Isso porque o representante do Ministério era ligado ao Senador Ciro Nogueira. Todo o estado deveria agradecer ter um senador que trabalha para trazer recursos. Se trazer recursos for crime, vamos continuar fazendo”, declarou.

O governador afirma que vai buscar o diálogo com o presidente Bolsonaro. Segundo ele, a eleição passou.

“Pode parecer um jogo de palavras, mas não é. A eleição terminou. Até que se tenha mudanças temos os eleitos tomando posse e temos obrigações. Certamente o presidnete apresentará ao país um programa e priorizará a segurança. Vamos participar integrado com o governo federal. Já acertamos para fevereiro uma agenda que apresentei no Fórum dos Governadores. A proposta geral para todos os governadores. Devo elogiar a proposta do ministro da segurança. É uma coisa marcante de Temer, que é a aprovação do Sistema Nacional de Segurança”, disse.

 

 

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Bolsonaro avalia rever uso de aviões da FAB

O presidente Jair Bolsonaro deve pedir a auxiliares que revisem as regras de uso de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) após o secretário executivo da Casa Civil, Vicente Santini,

POLÍTICA

Em mensagem pelo Dia do Trabalhador, governador diz: “nenhum direito a menos”

O governador Wellington Dias (PT) gravou um vídeo alusivo ao Dia do Trabalhador, comemorado hoje(01), no qual parabeniza os trabalhadores piauienses e reafirma seu compromisso com as demandas trabalhistas. O

POLÍTICA

Presidente do STJ nega habeas corpus a Lula

A ministra Laurita Vaz, presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça) negou nesta terça-feira (10) habeas corpus para o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. A magistrada ainda afirmou que