Governadores largam na frente nas eleições em 7 estados, Piauí é um deles
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 23/08/18

Governadores largam na frente nas eleições em 7 estados, Piauí é um deles

Levantamento feito pelo site Congresso em Foco, a partir dos resultados das pesquisas de intenções de voto para os Governos dos Estados divulgadas pelo Ibope e DataFolha, apontam que em apenas sete Estados , os governadores, entre eles, o do Piauí, Wellington Dias (PT), saíram na frente na disputa à reeleição, e em metade dos 18 estados pesquisados, os governadores saíram na traseira.

Os governadores de Alagoas, Amazonas, Distrito Federal, Pernambuco, Piauí, Tocantins e Rio Grande do Sul começaram na frente na disputa à reeleição, segundo as pesquisas. Desses, Rodrigo Rollemberg (PSB), do DF, está em empate técnico com Eliana Pedrosa (Pros) e Rogério Rosso (PSD).

Opositores dos atuais governadores estão na dianteira no Amapá, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Roraima, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe.

O site Congresso em Foco, vice de Geraldo Alckmin, que renunciou para se candidatar à Presidência, Márcio França (PSB) tem apenas 4% das intenções de votos, segundo o Datafolha, e 4%, de acordo com o Ibope.

Dos 18 governadores de estados pesquisados pelo Ibope e pelo Datafolha, metade assiste aos seus adversários largarem a corrida eleitoral na frente.

Desses, sete concorrem a um novo mandato e dois tentam emplacar aliados em seu lugar. Por outro lado, nove aparecem na liderança ou em empate técnico na primeira colocação.

Com Rollemberg, o PSB desponta como o partido com o maior número de líderes nos 18 estados pesquisados, com cinco postulantes à frente nas pesquisas. O MDB vem a seguir, com quatro nomes. O PT tem três e o PSDB, dois. PSD, Pros, Podemos, PRP e PHS também têm candidatos na dianteira, considerando-se também os casos de empate técnico.

Dois entre os governadores que tentam se manter no cargo começam a disputa em situação delicada, apenas na terceira posição, bem atrás dos primeiros colocados. Vice de Geraldo Alckmin (PSDB), que renunciou para se candidatar à Presidência, Márcio França (PSB) tem apenas 4% das intenções de votos, segundo o Datafolha, e 4%, de acordo com o Ibope. À frente estão João Doria (PSDB), com 20% e 25%, e Paulo Skaf (MDB), com 18% e 20%, conforme o instituto.

Dificuldade semelhante enfrenta o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), que tem apenas 8% das intenções de voto pelo Ibope. A senadora Fátima Bezerra (PT), com 34%, e o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT), com 15%, aparecem à frente dele.

Em Roraima, Suely Campos (PP) tem 14%, o que representa menos da metade da pontuação do líder, o tucano Anchieta (36%), ex-governador do estado. Em meio à crise humanitária provocada pela imigração dos venezuelanos, Suely está na terceira colocação. Mas no limite da margem de erro empata com o segundo colocado, Antônio Denarium (PSL), com 20%.

Além de Márcio França, Robinson Faria e Suely Campos, também começam pressionados, atrás de seus adversários, os governadores Waldez Góes (PDT), do Amapá, Zé Eliton (PSDB), de Goiás, e Belivaldo Chagas (PSD), de Sergipe.

O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (MDB), enfrenta dificuldade para fazer da senadora Rose de Freitas (Podemos) sua sucessora. A senadora aparece com 13% da preferência. Está 41 pontos percentuais abaixo do primeiro colocado, o ex-governador Renato Casagrande (PSB), que tem 54%. Casagrande desponta com a vantagem mais confortável entre todos os candidatos nos 18 estados pesquisados.

Image title

Fonte: Meio Norte

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Wellington Dias veta projeto de lei apresentado por Rubem Martins

O governador Wellington Dias (PT) decidiu vetar o projeto de lei apresentado pelo ex-deputado Rubem Martins (PSB) que tinha como objetivo proibir a cobrança de taxa de religação do serviço

POLÍTICA

PMDB pressiona e Marcelo Castro resiste em entregar o cargo de ministro

A gestão do deputado federal Marcelo Castro (PMDB) à frente do ministério da Saúde começa a incomodar o PMDB. Lideranças do partido têm pressionado os ministros a abandonarem o barco.

POLÍTICA

MDB tem a maior bancada da Assembleia Legislativa do Piauí

Os deputados estaduais do Piauí eleitos e reeleitos nas eleições de 2018, iniciaram os trabalhos de 2019 nesta sexta-feira, primeiro de fevereiro na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). Esse ano,