Líder do governo pede que população participe de consulta pública para retomada da economia
Publicado por: | Data: 04/06/20

Líder do governo pede que população participe de consulta pública para retomada da economia

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado, deputado Francisco Costa (PT), pede a participação da sociedade na consulta pública que ajudará na elaboração do protocolo de reabertura das atividades econômicas no estado. A sociedade poderá participar até o dia  de junho.

Para conter a propagação do coronavírus, o Piauí adotou o isolamento social. As medidas foram iniciadas na segunda quinzena de março, e seguem até agora, gerando protestos de setores de empresários.

Francisco Costa explica que a construção do plano de reabertura deve ser baseada na segurança do retorno das atividades, mantendo um mínimo de atividade econômica , mas pensando também na classe empresarial, nos trabalhadores, que por sua vez, perderam ou estão ameaçados de perder o seu emprego.

“Mas acima de tudo, temos que ter a preocupação em cuidar e preservar vidas, fazendo esse equilíbrio, de uma programação responsável, segura, pensando na proteção dos piauienses e também no desenvolvimento de nossa economia”, afirma.

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Ciro critica políticos que foram contra Margarete Coelho na vice de Alckmin

Nessa sexta-feira (3) o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, divulgou um vídeo afirmando que alguns políticos piauienses trabalharam para que Margarete Coelho não fosse escolhida como vice do

POLÍTICA

Regina Sousa visitará Parque Eólico na Chapada do Araripe e 9 municípios da região neste final de semana

A senadora Regina Sousa(PT) vai visitar o Parque Eólico, na Chapada do Araripe e nove municípios da região sul do Piauí no final de semana. A parlamentar vai se reunir

POLÍTICA

Ministério Público diz que reajuste no Plamta é abusivo

Durante audiência realizada na sede do Ministério Público Estadual em Teresina, nesta quinta-feira (5), o promotor Nivaldo Ribeiro declarou que a contribuição de 15% dos beneficiários diretos e indiretos do