Governo realiza intercâmbio para atrair investidores do Ceará
Publicado por: Junior Oliveira | Data: 23/05/17

Governo realiza intercâmbio para atrair investidores do Ceará

O secretário do Desenvolvimento Rural, Francisco Limma e uma equipe da SDR visitaram a Fazenda Agrícola Famosa, localizada na divisa do Ceará e Rio Grande do Norte com o objetivo de conhecer todo o processo de produção de frutas da empresa. A fazenda Formosa já iniciou investimentos em Parnaíba, com 400 hectares e 180 hectares de área plantada de banana e abacaxi.

A visita também incluiu a plantação de bananas, localizada no município de Russas, no Ceará. Além do secretário da SDR, participaram deste intercâmbio a superintendente da agricultura familiar, Patrícia Vasconcelos; a diretora de ação comunitária da SDR, Liz Meirelles; o diretor do agronegócio, Kleber Alencar; a consultora do PVSA, Tatiana Torquato; técnicos do Emater e da ADAPI, acompanhados do empresário Luiz Roberto Barcelos.

O grupo conheceu a experiência de produção integrada na fazenda, envolvendo a plantação, tanques de peixes, criação de outros animais e reciclagem de produtos utilizados no processo. Os técnicos visitaram ainda estufas, laboratórios e como se dá todo o processo de cultivo de mudas até a embalagem de frutas, como mamão, melão e melancia. Também puderam observar algumas diferenças nas estratégias dos produtos selecionados para o mercado interno e externo e exigências de padrões de qualidade; tudo voltado para o cumprimento das normas exigidas pelas leis ambientais e preocupação com o meio ambiente.

A diretora Liz Meireles destacou o diferencial para uma empresa do porte da Fazenda Famosa. “Normalmente numa empresa do agronegócio como esta, o forte é o cultivo da soja, milho e milheto por exemplo. Já aqui, o sistema integrado de produção chama atenção devido uma ter relação com a outra, pois é baseado na agricultura familiar. Onde se cultiva melão e melancia é área de pastagem dos animais e os restos de cultura (sobras) são utilizadas para a fabricação de compostagem, utilizado para adubar a terra, um ciclo de produção para diversas atividades” enumerou Liz.

A fazenda começa a investir na criação de peixes e reutilização da água, onde a tecnologia utilizada é de aproveitamento da água do criatório dos 19 tanques, que serve na fertilização, de adubo para o campo.
Os técnicos da SDR, Emater e ADAPI, constataram ainda que tecnologia de ponta é utilizada em toda a propriedade e que os técnicos que atuam no local não medem esforços no investimento da tecnologia que vai proporcionar conforto para os funcionários, redução de custos e qualidade do produto.

Controle de pragas e da utilização de venenos

Os técnicos observaram que no caso do melão, os produtores do empreendimento cobrem a terra para evitar o desenvolvimento do mato, a transpiração e as pragas. A planta é coberta com TNT na fase inicial, para evitar tombamento e incidência de pragas e reduzir a aplicação de venenos. Só utilizam veneno caso seja necessário, até 23º dia do ciclo do melão, porque após esta fase começa a polinização das abelhas. Ao longo da fazenda, a equipe encontrou diversas colmeias, o total em toda a área é de 8 mil unidades. Também são utilizados produtos seletivos que promovem o controle biológico, reduzindo o uso de agrotóxicos.

Quanto à estrutura, a fazenda tem sede administrativa, oficina para o conserto de bombas e a manutenção de 350 tratores, motos e poços para dar suporte à propriedade.

Colaboradores

A preocupação da gestão com os funcionários também foi outro ponto importante listado pelo grupo de técnicos piauienses que visitou a fazenda.

Os colaboradores têm à sua disposição um professor por meio de parceira com a prefeitura e do EJA (Educação de Jovens e adultos), além do posto de saúde e serviços de odontologia, que se estendem aos familiares.

Um refeitório que fornece três refeições por dia, dormitórios para os solteiros e transporte, já que a maioria mora no Rio Grande do Norte. Também está no projeto dos administradores garantir a construção de moradia digna para os funcionários.

Estratégia

De acordo com o grupo que participou do intercâmbio, a estratégia utilizada na fazenda é abastecer de banana o mercado, enquanto outros países não estão produzindo, trabalhando com a entre safra para obter bons preços. Com relação à piscicultura, além do projeto de reutilização da água dos tanques de peixe para a irrigação, 9 mil hectares são irrigados com água de poço, sendo uma grande demanda de energia atendida em parceria com a Eletrobras e ainda visando nova parceria com uma empresa de fornecimento de energia eólica.

O empresário Luiz Roberto Barcelos disse que está vislumbrando a possibilidade de aumentar a produção de bananas no Piauí. “O estado é muito rico na questão hídrica. Cito o rio Parnaíba como um grande potencial de água no subsolo. A nossa ideia é plantar 3 mil hectares de banana, área voltada para a exportação. O Brasil produz mas de 500 mil hectares, mas não exporta banana. O Piauí tem este perfil e esta é uma cultura que gera muita mão de obra, por isso podemos implantar, gerar emprego, gerar renda e divisas para o estado”, disse Luiz.

A Famosa atua no Ceará, Rio grande do Norte e Pernambuco e é a maior exportadora de frutas frescas, produzindo 10 mil hectares por ano e 9 mil empregos. A expectativa do empresário é fazer o mesmo trabalho no Piauí nos próximos anos e expandir a produção acrescentando a laranja e o limão.

A superintendente Patrícia Vasconcelos disse que a viagem de intercâmbio na Famosa surgiu de uma demanda da câmara de fruticultura e do governador Wellington Dias, que percebeu a importância da visita para conhecerem de perto as atividades produtivas da empresa.

“São 19 fazendas que o grupo possui, dentre elas a que conhecemos. Esta atividade foi estimulada para estreitar a relação do Governo do Estado com estes empresários para que possam expandir seus negócios no Piauí, e assim incrementar a economia e gerar empregos no campo. Além da produção de bananas, a ideia é ampliar a área de produção para o norte do Piauí e alguns fatores contribuem positivamente, como a riqueza das nossas águas no subsolo. No caso da exportação, o norte do Piauí é a região prioritária, devido à distância do Porto”, concluiu Patrícia.

Alta tecnologia e investimento em pesquisa

O secretário Francisco Limma avaliou que um dos segredos do sucesso da empresa que pretende ampliar o investimento no Piauí é que, mesmo consolidada há 20 anos no mercado, continua expandindo e investindo em pesquisas e em alta tecnologia para atender o mercado interno e externo e ressaltou a relevância do bom relacionamento com os colaboradores e condições de trabalho, uma prioridade do próprio investidor para atingir o padrão considerado de alta qualidade.

“A Agrícola Famosa é uma empresa líder neste mercado no Brasil e se destaca internacionalmente, já tendo iniciado investimentos no Piauí, na região dos Tabuleiros Litorâneos. O objetivo do governo é acolher estes bons investidores, apoiando na desburocratização do projeto de instalação e da legalização na área ambiental e até infraestrutura quando for necessário, com estrada e energia. Viemos atendendo a um pedido do governador, que idealizou o projeto Piauí Empreendedor e esta atividade está incluída neste projeto, com grupo de técnicos e vários instituições para ouvir as intenções das ações da empresa para o estado”.

Limma disse ainda que pelo que a equipe viu e ouviu, o empreendimento é sólido e ousado e que trabalha dentro do viés da sustentabilidade, combinando com o aspecto econômico, mas também com o social e o ambiental.

“O governo do Piauí tem o desejo de ter a empresa investindo cada vez mais no estado e para isso vai ajudar a consolidar o processo de desenvolvimento nesta área. Estamos animados em contar com o investimento que está sendo projetado pela Agrícola Famosa, empresa considerada referência nesta área de produção de frutas frescas no Brasil”, concluiu Limma.

O secretário finalizou o encontro comprometido a marcar agenda para o grupo de empresários responsáveis pelas fazendas no Ceará, com o governador Wellington Dias, a fim de tratar os detalhes do investimento no estado.


Fonte: cidadeverde.com

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Trump ameaça cortar financiamento dos EUA à OMS permanentemente

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou cortar permanentemente a verba enviada à Organização Mundial da Saúde (OMS) e disse que os EUA podem “reconsiderar” sua condição de membro

POLÍTICA

Wilson Martins diz que Elmano Férrer é mentiroso, incompetente e sem vocação para trabalhar

Em entrevista ao Folha Atual durante o aniversário do município de São Luís do Piauí o ex-governador Wilson Martins (PSB) fez uma série de críticas a atual bancada piauiense no

POLÍTICA

No PI, Marina Silva diz que intenção de secretário de Cultura era agradar Bolsonaro

Em Teresina na manhã deste sábado (18) para participar da convenção municipal da Rede Sustentabilidade, a fundadora do partido, Marina Silva, não poupou críticas ao governo Jair Bolsonaro. A ex-senadora