Quatro partidos deixam o G12 e anunciam formação de bloco
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 14/02/14
Comments 0

Quatro partidos deixam o G12 e anunciam formação de bloco

O racha no grupo formado por 16 partidos que se intitulou como G12 provocou o primeiro reagrupamento de legendas para as eleições de 2014. PTC (Partido Trabalhista Cristão), Democratas, PEN (Partido Ecológico Nacional) e PTN (Partido Trabalhista Nacional) decidiram consolidar uma aliança das siglas para a disputa às vagas na Assembleia Legislativa.

Com foco na coligação proporcional, o presidente do PEN, Mário Felipe, afirma que a união das legendas vai permitir o fortalecimento dos partidos para a eleição. “A aliança com esses partidos tem como objetivo fortalecer as siglas e viabilizar, de forma objetiva e concreta, a disputa para as vagas no Parlamento Estadual”, declarou.

O deputado estadual Evaldo Gomes (PTC) se mostrou confiante no bom resultado da futura coligação entre os quatro partidos. “A coligação é capaz de eleger dois deputados estaduais”, garantiu.

Criado no ano passado, o G12 tinha como objetivo fortalecer partidos de menor expressão para a disputa a cadeiras na Assembleia Legislativa e Câmara Federal. No entanto, o desentendimento entre os 16 partidos teve início quando da discussão sobre formação de chapa majoritária.

 

Fonte: Jornal O Dia

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA 0 Comments

Deputados aprovam novo piso salarial para agentes comunitários de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (7) projeto de lei que estabelece piso salarial de R$ 1.014 aos agentes comunitários de saúde. O texto agora segue para votação no

POLÍTICA

Autofinanciamento privilegia candidatos ricos e desequilibra processo eleitoral

Uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral sobre o financiamento das a campanhas de 2018 tem causado polêmica. A Resolução 23.553 autoriza que, nas eleições deste ano, os candidatos financiem em

POLÍTICA 0 Comments

AGU lança cartilha com condutas proibidas para agentes nas eleições

Para evitar a prática de condutas que possam ser questionadas durante o período eleitoral, a Advocacia-Geral da União (AGU) elaborou a cartilha “Condutas Vedadas aos Agentes Públicos Federais em Eleições”,