Regina manda recado para novos aliados: ‘não abandonem o governo em 2018’
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 03/11/16
Comments 0

Regina manda recado para novos aliados: ‘não abandonem o governo em 2018’

A senadora Regina Sousa e presidente estadual do PT mandou um recado para os novos aliados que estão bem próximos de participar do governo.

Nesta lista estão PCdoB, PTC e o PMDB. A parlamentar pediu que os partidos entrem para somar e, quando chegar 2018, não pulem do barco por causa da eleição estadual.

“Eu espero que venha para somar. Quem vier que venha para somar e quando chegar 2018 que não abandonem”, disse a senadora em entrevista à TV Cidade Verde.

Regina ressaltou que as mudanças que o governador Wellington Dias está querendo fazer no Executivo ainda não foram discutidas com o PT. Mas o pedido para uma conversa oficial já foi feito.

“Não teve uma conversa oficial. A gente está pedindo a ele (governador) que converse oficialmente com o partido, mas ele disse que ainda não tem o desenho pronto e na hora que tiver, pautará isso com o partido”, afirmou.

Por conta do que aconteceu em âmbito nacional, onde PT e PMDB viraram opositores ferrenhos em razão do impeachment da presidente Dilma Rousseff, Regina define o momento atual no Piauí como receoso, mas aposta na “engenharia política” do governador Wellington Dias.

“Gato escaldado tem medo de água fria. A gente fica receoso, mas o governador é muito capaz nesta questão da engenharia política. Eu acho que ele não vai fazer nada que possa se arrepender depois”, declarou.

PTC

O PTC, que saiu da base do governo há 2 anos sob forte suspeita de ter traído o deputado estadual Fábio Novo (PT) na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), está de malas arrumadas para voltar ao Executivo estadual.

” A ideia é poder compor o governo no ano que vem. Quanto ao espaço do PTC, a gente vai discutir. O governador tem tempo suficiente. O certo é que ele quer fazer uma nova roupagem em seu governo”, pontuou.

Para o secretário de governo Merlong Solano, mudanças realmente vão acontecer na administração estadual, mas não na magnitude que corre nos bastidores. “O diálogo existe e continuará. Ocorrerão algumas mudanças, não serão tantas como as que estão circulando por aí, mas é uma necessidade de diálogo com diversas forças políticas”, disse, aproveitando o momento para criticar o sistema político brasileiro.

“O sistema político do Brasil é um convite a anarquia política. Ele dificulta enormemente a governabilidade. Veja o que aconteceu com a Dilma. Ela perdeu a capacidade de governar, não conseguia aprovar nada e sem ter feito nenhum crime foi pra fora”, concluiu.

Cidade Verde

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Ministro da Educação toma posse hoje e já participa da 1ª reunião

Abraham Weintraub, o mais novo ministro da Educação, toma posse no primeiro escalão na tarde desta terça-feira (9), às 14h, em uma cerimônia que contará com a presença do presidente

POLÍTICA 1Comments

Grandes adversários, Belê e Zé Neri se reencontram em Massapê e fazem as pazes após 10 anos

O Massa Folia, evento carnavalesco promovido pela Prefeitura Municipal de Massapê do Piauí, proporcionou não apenas momentos de alegria e diversão para os foliões, mas também um momento de forte

POLÍTICA

Marcelo Castro nega que vai sair do MDB para se filiar ao PR

Tendo em vista o impasse do MDB na disputa majoritária do Estado, circulou na imprensa local que o deputado federal Marcelo Castro (MDB) deixaria o partido para se filiar ao