Robert diz que vai advogar de graça contra o governo em março
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 19/12/18

Robert diz que vai advogar de graça contra o governo em março

Se despedindo da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) esta semana, o deputado estadual Robert Rios (Democratas) revelou nesta quarta-feira (19) que não vai deixar o cenário político. O ex-candidato ao Senado nas últimas eleições disse que vai abrir um escritório para advogar de graça contra o governo estadual.

“Robert Rios é igual a goteira, quanto mais você afasta, mas ela vem. Vão me aguentar o tempo todo. Sou advogado e, a partir de março, quem tiver causa contra o governo Wellington Dias pode me procurar que não paga nada”, disse em entrevista à TV Cidade Verde.

Robert disse que só em Teresina teve mais de 100 mil votos na última eleição sem apoio e, por isso, não pode deixar a política.”Eu tive 250 mil votos, tive 110 mil votos só em Teresina. Você não viu um vereador me apoiando, o prefeito, você sairia?”, questionou.

O parlamentar encerra o mandato afirmando que cumpriu seu papel. “Fiz a minha parte na Assembleia. Eu fui eleito pela oposição e cumpri o destino que o povo apontou. Hoje eu recebo a alforria e agora vou cuidar da minha vida”, disse.

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Temer vai ao Chile para assinar acordo de livre comércio

O presidented da República, Michel Temer, viajou hoje (21) para Santiago, no Chile, onde fica até a noite. Ao lado do presidente chileno, Sebastián Piñera, Temer assinará o acordo de

POLÍTICA

Rejane destina R$ 30 milhões para escola profissionalizante em Picos

A deputada federal, licenciada, e secretária de Educação, Rejane Dias (PT-PI), destinou Emenda de Bancada no valor de R$ 30 milhões, ao Projeto de Lei Orçamentária 2016, para construção de

POLÍTICA

Começa a debandada de deputados do PTB rumo à chapa encabeçada por Zé Filho

    Com uma chapa majoritária perdendo competitividade com a decisão do senador João Vicente Claudino (PTB) de desistir de tentar à reeleição, os petebistas estão se sentindo inseguros e