MPE apura suspeita de ‘caixa 2’ e Abreu diz ser vítima de denuncismo eleitoral
Publicado por: | Data: 21/09/20

MPE apura suspeita de ‘caixa 2’ e Abreu diz ser vítima de denuncismo eleitoral

Candidato homologado pelo PL para disputar a prefeitura de Teresina, Fábio Abreu afirmou nesta segunda-feira (21/09) que tem sido vítima de denuncismo eleitoral. Ele é alvo de procedimento instaurado pelo Ministério Público Eleitoral, com base em denúncia formulada pelos advogados Carlos Yuri de Morais e Rodrigo Augusto da Costa, do PSDB, por suspeita de uso de “caixa 2”.

O procedimento instaurado pelo promotor eleitoral Regis de Moraes Marinho, da 1ª Zona Eleitoral, busca investigar contrato firmado entre a secretaria de Segurança Pública do Piauí com a Imobiliária Lima Aguiar, cujo dono, segundo a denúncia, é amigo de Fábio Abreu, ex-secretário de Segurança.

A portaria (veja a íntegra aqui) ressalta que “o contrato de locação foi realizado sem licitação”, em fevereiro de 2017, e que o lugar serviria para abrigar o complexo de delegacias especializadas. Diz ainda que o imóvel locado “nunca foi utilizado”, o que levantou suspeitas de captação e desvio de recursos públicos, “que, de acordo com a representação, está sendo usado como caixa 2, com o objetivo de usar na campanha eleitoral municipal”.

Em nota, Abreu manifestou sua “indignação pela tentativa leviana de atacar a sua honra e probidade ao imputar a prática de ilícito eleitoral”. Sustenta que a denúncia é infundada e que aguarda notificação para prestar os devidos esclarecimentos, considerando que os contratos firmados na época em que esteve à frente da secretaria cumpriram as exigências legais, tendo suas contas de gestão aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado.

Afirma ainda que a intenção é “criar um fato político eleitoral” e que o “denuncismo tem o objetivo de afastar as pessoas de bem das discussões”. “Esquecem que o povo da nossa capital não aceita esse comportamento e sabe responder a esse tipo de acusação injusta”, ele segue.

Veja a íntegra da nota de Fábio Abreu

Fonte: 180 graus

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Francisco Limma chama presidente Bolsonaro de desumano

O deputado estadual Francisco Limma, líder do Governo Wellington na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), divulgou uma nota de repúdio às declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que fez menção

POLÍTICA

Ciro e Heráclito podem perder foro privilegiado se não se reelegerem este ano, diz BBC

Ciro Nogueira (PP-PI) e Heráclito Fortes (PSB-PI) estão entre os 48 políticos investigados ou denunciados na Lava Jato que podem perder o foro privilegiado se não se reelegerem este ano.

POLÍTICA

Lei esclarece o que pode ou não ser feito durante campanhas eleitorais

Durante as eleições deste ano, os candidatos e os eleitores devem ficar atentos ao que é permitido e ao que não é permitido dentro da lei eleitoral. Alguns pontos não