Prefeito de Picos se reúne com Corpo de Bombeiros para discutir ações estratégicas de combate às enchentes
Publicado por: Willians Sousa | Data: 05/12/18

Prefeito de Picos se reúne com Corpo de Bombeiros para discutir ações estratégicas de combate às enchentes

Ocorreu na Prefeitura Municipal de Picos, uma reunião na manhã desta quarta-feira, 05, entre o secretariado da administração municipal juntamente com o Corpo de Bombeiros. O encontro teve como objetivo discutir sobre a situação que se encontra a cidade após as chuvas intensas que alagaram várias ruas, bairros e invadiram casas, bem como as medidas que serão adotadas para combater as enchentes.

De acordo com o prefeito Walmir de Lima foi apresentado um relatório de parte dos danos causados bem como uma vistoria feita pela Defesa Civil. Segundo o gestor a cidade foi atingida em torno de 20% com alagamento.

“Não se chegou a 80% como foi repassado para a a população. No entanto, a enchente atingiu 20% da cidade que já é considerado muito. Não foi preciso retirar muitas pessoas de suas casas. Entretanto, houve perda de utensílios, alimentos entre outros. Fizemos a vistoria de alguns bairros. A Defesa Civil fez vistoria em bairros e hoje vai continuar o trabalho” afirmou.

O prefeito declarou que haverá equipes preparadas para qualquer eventualidade juntamente com o Corpo de Bombeiros. O gestor acrescentou que é necessária uma medida emergencial de escoamento da água no bairro Dner, pois o mesmo está em alagado, principalmente nas imediações do SESI.

Em relação a obra realizada pelo DNIT, Walmir destacou que tem que ser imediatamente interrompida para a realização  do escoamento da água.

“Existe uma obra sendo feita no momento, mas não podemos esperar a conclusão dela, pois é necessário escoar a água no bairro Dner e tomar uma medida urgente” destacou o prefeito.

Entre os órgãos está a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Segundo a secretária, Maria Santana, afirmou que os membros da SEMAM estão em trabalho conjunto com os Bombeiros. Maria afirmou que a população que necessitar de atendimento pode entrar em contato através do telefone (89)98135-3558 ou contatar também pelo whatsapp.

De acordo com a secretária, a pasta atua também no resgate de animais que se encontram em estado de risco. Indagada sobre ocorrência de resgate, a chefe da pasta afirmou que não houve ainda nenhuma ocorrência nesse sentido.

“As pessoas podem entrar em contato pelo telefone que está disponível. Pode também falar pelo whatsapp. No entanto, ainda não houve situações de resgate de animais, mas estamos apostos juntamente com os Bombeiros para agirmos no que for preciso” afirmou,

O secretário de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana, Edilberto Cirilo, relatou a situação da rua que dá acesso ao bairro Aerolândia danificada com a correnteza, o mesmo declarou que ainda não pode afirmar como será reconstruída de imediato. Edilberto destacou que é necessário fazer um estudo sobre a situação da via para depois tomar as medidas cabíveis.

 

“Ainda não dá pra constatar a real situação. O que se sabe é que houve muitos danos e precisamos fazer um estudo. Esse estudo vai apontar rompimentos em maiores profundidades e quais níveis de revestimentos serão necessários para o reparo da via” pontou.

A respeito da circulação nas redes sociais de uma informação que o Corpo de Bombeiros decretou estado de calamidade pública, o comandante da corporação em Picos, tenente Hamylton Lemos, afirmou que ninguém da companhia repassou a informação e que se trata de um fake news, aproveitando o momento das enchentes. Em entrevista, Hamylton afirmou que dispõe de um efetivo de 67 pessoas, entre bombeiros civis, militares e voluntários da administração municipal.

“Nós não decretamos estado de calamidade. Devemos reconhecer sim que as enchentes causaram danos a população, mas não está a esse ponto de calamidade pública. Foi uma informação inverídica. Em relação ao efetivo, temos 67 pessoas. São bombeiros militares, civis e servidores da Prefeitura que estão dando reforço nas operações” declarou Hamylton Lemos.

O coordenador da Defesa Civil, Bruno Pacheco, disse que cerca de dez bairros apresentam problemas com áreas de risco. O coordenador afirmou que irá acionar caminhões da prefeitura para a remoção de móveis e demais pertences de famílias que necessitarem do auxílio.

“ A gente conta com caminhões para pegar os móveis das pessoas para retirarmos e colocar as famílias em local seguro” disse Bruno Pacheco.

Estiveram presentes no encontro o comandante do Corpo de Bombeiros em Picos, tenente Hamylton Lemos; o sargento Sousa Júnior; o secretário de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana, Edilberto Cirirlo; o secretário de Serviços Públicos, Antônio Airton; a secretária de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Maria Santa, juntamente com o diretor financeiro da Semam, Francisco Armínio; o coordenador da Defesa Civil, Bruno Pacheco; o coordenador de Obras, Reginaldo Osvaldo; a secretária de Obras Urbanismo e Habitação, Lilian Araújo; o coordenador de Comunicação de Picos, José Monteiro; a coordenadora de Relações Públicas, Mayara Ferreira e, o secretário de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnológico,  Francivaldo Barbosa.

     

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

Picos

Nota de esclarecimento sobre as vias laterais da BR 316

Vimos por meio desta nota esclarecer sobre as vias laterais da BR 316, que cortam a nossa cidade, nos bairros Bomba e Junco, que vem causando transtornos e prejuízos à

DESTAQUES

Jovem com origem familiar em Massapê do Piauí é morto em tentativa de assalto em SP

Um jovem identificado por Jonas Costa Albuquerque Ferreira foi morto na noite da última quarta -feira (6) durante uma tentativa de assalto ocorrido na Rua Comandante Taylor, no Heliópolis, em

DESTAQUES

Piauí chega aos 12 mil casos do novo coronavírus e registra 23 mortes em 24 horas

O Piauí registrou mais 540 casos da covid-19 e 23 mortes nas últimas 24 horas. No total, o estado soma 12.099 casos e 421 óbitos pelo novo coronavírus. Os dados