Empréstimo de R$ 315 milhões para o PI ainda não foi liberado; Caixa devolveu prestação de contas
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 13/03/18

Empréstimo de R$ 315 milhões para o PI ainda não foi liberado; Caixa devolveu prestação de contas

A Caixa Econômica Federal emperrou a liberação de R$ 315 milhões solicitados pelo Piauí devido problemas na prestação para justificar a utilização do recurso. O empréstimo havia sido anunciado pelo presidente da instituição, Gilberto Occhi, em visita realizada ao estado no dia 28 do último mês.

Segundo o governador do Estado, Wellington Dias (PT), a documentação foi enviada dentro do prazo estipulado: 28 de fevereiro. Mesmo seguindo os trâmites do processo o executivo estadual teve a prestação de contas devolvida.

Governador Wellington Dias durante o Encontro dos Governadores, realizado semana passada em Teresina (Foto: Wilson Nanaia)
Governador Wellington Dias durante o Encontro dos Governadores, realizado semana passada em Teresina (Foto: Wilson Nanaia)

O fato causou estranheza da oposição, que na sessão desta segunda-feira (12) da Assembleia Legislativa acusou o Governo de realizar manobra para esconder a prestação de contas da operação de créditos, que seria destinada para a realização e conclusão de obras em todo o estado. “O governo anulou empenhos de obras realizadas com recursos de outras fontes para que as mesmas constassem como feitas com os recursos do empréstimo, embora tivessem sido licitadas e executadas antes da contratação”, denunciou Robert Rios (PDT).

Um dos líderes da oposição na Alepi, deputado Robert Rios (Foto: Divulgação)
Um dos líderes da oposição na Alepi, deputado Robert Rios (Foto: Divulgação)

De acordo com o deputado estadual Gustavo Neiva (PSB), durante entrevista na tarde de hoje, foi o Estado quem solicitou a devolução da prestação de contas com o objetivo de esconder irregularidades. “Quando nós chegamos hoje à Assembleia Legislativa nós fomos pegos de surpresa porque o Estado fez foi retirar a prestação de contas lá da Caixa Econômica”, afirmou.

Gustavo Neiva (Foto: Divulgação/Alepi)
Gustavo Neiva (Foto: Divulgação/Alepi)

Wellington Dias (PT) negou; segundo ele a devolução foi uma exigência da Caixa Econômica. “Nós iremos estar seguindo aquilo que a Caixa Econômica exigiu”, acrescentou  o governador também em entrevista concedida hoje a uma emissora local.

Ainda segundo Neiva a Caixa negou pedido de acesso à prestação de contas do Estado, feito por deputados da oposição.

“Nós deputados solicitamos através de oficio o acesso dessa prestação de contas e Caixa nos negou acesso à documentação, o que nos levou a acionar a Justiça Federal, para termos acesso a essa prestação de contas”, concluiu ele.

Mesmo diante do problema o governo ainda aguarda a liberação dos recursos.

Fonte: Portal Az

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

Governo vai perfurar poços profundos em Jaicós, Fronteiras, Alagoinha, São Julião e Pio IX

Nessa terça-feira (8), o governador Wellington Dias se reuniu com o presidente da Agespisa, Emanuel Bonfim, para tratar da perfuração de poços profundos, em cidades onde as reservas de água

DESTAQUES

SUS inclui medicamento de alto custo para pacientes em metástase do câncer de mama

Em circulação há mais de 15 anos, o medicamento trastuzumabe é usado para o tratamento de um tipo específico de câncer de mama e pode dobrar a sobrevida de pessoas