APPM diz que 15% dos municípios do Piauí têm dificuldade de pagar 13º
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 06/12/18

APPM diz que 15% dos municípios do Piauí têm dificuldade de pagar 13º

O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), prefeito Gil Carlos, declarou nesta quinta-feira (6), que cerca de 15% dos prefeitos do Piauí terão dificuldade de cumprir a tabela de pagamento do 13º salário nos seus municípios. Gil Carlos afirmou também que amanhã todas as prefeituras receberão 1% a mais do Fundo de Participação dos Municípios, que deverá auxiliar no pagamento das despesas de pessoal, sobretudo com relação ao 13º.

“Em torno de 15% das cidades do Piauí têm dificuldades hoje de pagar o 13º, não pagaram ainda a primeira parcela, que é a prática dos outros 85% e provavelmente terão dificuldade de pagar o todo agora no final do ano”, disse o prefeito em entrevista ao Jornal do Piauí desta quinta-feira.

Ele acrescentou: “Em dezembro, agora no dia 7, amanhã, haverá um dinheiro que é a mais para os municípios, que é 1% a mais de FPM, que foi uma conquista do movimento municipalista nacional, que garantiu que eles tenham direito a esse adicional exatamente para fazer frente a essa despesa do 13º salário”.

De acordo com Gil Carlos, um levantamento da Associação mostra que 85% das prefeituras pagam metade do 13º no mês de aniversário do servidor, e que por esse motivo, a situação nessas cidades é melhor. “Ainda assim, fizemos um levantamento aqui na APPM, ouvimos os 224 municípios e felizmente eles tem uma prática de pagar o 13º no mês de aniversário do servidor, e hoje 85% dos municípios já pagaram a metade do 13º. Estamos na expectativa de que consigam honrar com a outra parcela restante agora em dezembro.

O presidente lembrou ainda que atualmente há uma defasagem grande se comparados os repasses do FPM com a inflação praticada. “Hoje o que as pessoas estão recebendo são os mesmos valores nominais que receberam em 2013, há cinco anos, porém, a inflação nesse período beira os 40%, então esse dinheiro vale hoje menos 40% do que ele valia em 2013. Isso por si só explica a dificuldade dos municípios em manter as despesas fixas, entre elas a mais importante a de pessoal”.

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

CNH no Piauí poderá custar R$2.500 e sindicato vai realizar manifestação

O Sindicato dos Proprietários do Centro de Formação dos Condutores do Piauí (Sindapi) vai realizar nesta quarta-feira (21/09) uma manifestação em frente ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI), contra as

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Governador decreta ponto facultativo na segunda (27) e quarta-feira (1º)

O governador Wellington Dias (PT) decretou ponto facultativo nos órgãos da administração pública do Estado do Piauí, começando da segunda-feira de Carnaval (27) até a Quarta-feira de Cinzas (1º), para

Patos do Piauí

Câmara de Patos aprova PL que autoriza  prefeitura contratar  operação de crédito de R$ 5 milhões para pavimentação

A Câmara Municipal de Patos do Piauí, realizou no último sábado, 01, mais uma  sessão ordinária, presidida pelo vereador Francisco José da Silva Sobrinho (PC do B), presidente da mesa