Gatos e gambiarras chegam a 128 mil no Piauí
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 07/01/19

Gatos e gambiarras chegam a 128 mil no Piauí

A empresa Equatorial começou um rigoroso levantamento e trabalho de combate às ligações clandestinas em Teresina e nos municípios do interior do Estado.

Levantamento iniciado pela Eletrobras Distribuidora do Piauí, que foi comprada pela empresa Equatorial, junto

com o Grupo de Combate ao Crime Organizado (Grego) da Secretaria Estadual de Segurança Pública, chegou à conclusão que existem 128 mil ligações clandestinas em Teresina, onde tem maior parte, e nos municípios do interior do Estado, causando um prejuízo de R$ 270 milhões, sendo que os prejuízos na capital somam mais de R$ 100 milhões.

Se o furto de energia fosse erradicado, ele garante que a tarifa de energia reduziria em até 9%.

A Equatorial continua com seu levantamento em Teresina e no interior do Piauí dos levantamentos de gatos e gambiarras, até porque alguns consumidores são flagrados cometendo a fraude e termina sendo reincidente.

A empresa Equatorial informa que, se o furto fosse erradicado, a conta de energia poderia diminuir.

Se o furto de energia fosse erradicado, ele garante que a tarifa de energia reduziria em até 9%.

Os gatos e gambiarras são crime de furto previsto no artigo 155 do Código Penal, com pena de 1 a 4 anos de reclusão.

“Um dos riscos está ligado à segurança. Somente pessoas habilitadas pela concessionária de energia podem acessar a rede da empresa, com os equipamentos adequados para a função. Caso contrário, pode causar morte. Outro prejuízo é a qualidade do fornecimento, que poderá queimar o equipamento elétrico da residência ou estabelecimento que estiver com ligação clandestina”, alerta Ricardo. “A prática é um crime e prejudica toda a sociedade que acaba pagando mais caro por causa da minoria. Os consumidores devem denunciar”, afirma o engenheiro Ricardo Maciel.

As irregularidades também afetam a economia, pois o furto propicia a sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS), do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Confins), que vêm incluídos nas contas de energia elétrica e cujos recursos arrecadados são repassados aos governos Federal e Estadual.

Apesar disso, não é raro encontrar residências e até estabelecimentos comerciais com ligações clandestinas. Em Belém, por exemplo, a reportagem flagrou “gatos” em plena luz do dia em diversos pontos da cidade. Alguns estavam escondidos por árvores, outros, à vista de todos.

Algumas pessoas podem obter descontos na tarifa com os programas sociais, que podem reduzir em até 65% o valor da conta de energia. O benefício é voltado para famílias com renda média de até meio salário mínimo por pessoa ou que já são inscritas em outros programas sociais.

 

 

 

Fonte: Meio Norte

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Via Sacra é encenada pela Pastoral da Juventude em Jaicós; veja imagens

Os últimos momentos de Jesus Cristo, como a condenação, o encontro com a Virgem Maria e a sua crucificação, foram lembrados pelos católicos na tarde desta quarta-feira (23), em Jaicós,

NOTÍCIA DESTAQUE

Mais pobres trabalham seis anos mais e recebem 50% menos ao se aposentar

Os trabalhadores mais pobres esperaram em média seis anos a mais para se aposentar e só receberam metade do benefício dos demais trabalhadores em 2018. Segundo dados fornecidos pela Secretaria

NOTÍCIA DESTAQUE

Prefeito Raimundo Júlio reivindica reforço na segurança pública em Queimada Nova

O prefeito do município de Queimada Nova do Piauí, Raimundo Júlio – PP, participou de uma audiência com os principais nomes da Segurança Pública no Estado do Piauí, o secretário