Pais de gêmeos acumulam dívidas após atraso de três meses do salário-maternidade no Piauí
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 27/06/19

Pais de gêmeos acumulam dívidas após atraso de três meses do salário-maternidade no Piauí

A doméstica Cleonice da Costa Lima e o marido Valderi Nascimento viram as contas se acumularem depois que ela deu entrada em um processo para recebimento do salário-maternidade, fornecido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A solicitação do benefício aconteceu depois do nascimento dos gêmeos Davi Lucca e Luís Miguel há três meses e até hoje nenhum dinheiro caiu na conta da mãe.

Ao G1, o INSS reconheceu a demora no tempo de espera pelo benefício. O órgão informou ter convocado mais servidores para ajudar na força-tarefa para agilizar os processos.

Sem o benefício, Cleonice contou que a família se viu obrigada a escolher quais contas iriam pagar e, diante disso, há muitas despesas em atraso. A família não divulgou o valor das dívidas, mas garante que os quatro estão tentando sobreviver com um salário mínimo.

“Até agora não tive nenhum retorno do INSS. Toda vez que procuro saber o que está acontecendo, que ligo lá para o número 135, o retorno que tenho deles é que meu processo ainda está em análise”, reclamou.

 A doméstica Cleonice da Costa Lima teve gêmeos e ainda não recebeu o pagamento do benefício.  — Foto: Gilcilene Araújo/G1

A doméstica Cleonice da Costa Lima teve gêmeos e ainda não recebeu o pagamento do benefício. — Foto: Gilcilene Araújo/G1

O auxilio maternidade é pago à pessoa que se afasta de sua atividade, por motivo de nascimento de filho, aborto não criminoso, adoção ou guarda judicial para fins de adoção.

“Eu quero muito que isso se resolva logo, o mais rápido possível, porque é humilhante para o cidadão que paga seus impostos, que paga tudo em dia, quando precisa não tem esse retorno. Estamos escolhendo o que iremos pagar e só não tivemos a energia e água cortadas porque meu marido conseguiu dinheiro emprestado. São dois bebês e as despesas são altas”, declarou a empregada doméstica.

O atendimento deste serviço é realizado à distância, não sendo necessário o comparecimento presencial nas unidades do INSS, a não ser quando solicitado para comprovação. No entanto, Cleonice da Costa Lima cansou de esperar e marcou uma perícia em uma agência do Piauí na esperança de conseguir uma resposta positiva, mas teve outra frustração.

“Um funcionário me disse que o processo estava em análise e talvez somente em setembro o benefício seja liberado. Ele explicou que há muitos processos e ainda estavam analisando os casos das mulheres que tiveram filho em janeiro ou ano passado e finalizou dizendo para eu ficar feliz pensando que estava fazendo uma poupança forçada”, contou.

INSS reconhece demora

Longas filas se formaram nas agências do INSS no Piauí  — Foto: Ellyo Teixeira/G1

Longas filas se formaram nas agências do INSS no Piauí — Foto: Ellyo Teixeira/G1

O gerente executivo do INSS no Piauí, William Machado, reconheceu a demora na liberação dos benefícios e informou que o órgão montou uma força-tarefa para agilizar os processos.

“Já tínhamos reconhecimento dessa demora. O assegurado deveria esperar 45 dias, como previsto na legislação, e estamos trabalhando para diminuir este tempo com a convocação de pelo menos 40% dos servidores para fazer análise dos processos”, declarou.

William Machado contou que atualmente o INSS Piauí tem 27 mil requerimentos de benefícios na base e recebe 500 solicitações todos os dias.

“São auxílio-doença, seguro defeso dos pescadores, manutenção de benefícios e atualização de cadastros, entre outros. São 280 serviços disponíveis no INSS. Estamos dando prioridade máxima nesse momento à análise de requerimentos de benefícios”, explicou William Machado.

Fonte: G1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Preço do diesel diminui, mas ainda não chega às bombas R$ 0,46 menor

Pela segunda semana consecutiva o preço do diesel nos postos do Brasil recuaram, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A queda é resultado do

NOTÍCIA DESTAQUE

Caldeirão Grande realiza atividades no Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

A última quinta-feira, 18 de maio, foi o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi lembrada no município de Caldeirão

NOTÍCIA DESTAQUE

MP-PI pede prisão do ex-tenente acusado de matar Iarla Lima

Aguarda pauta na Secretaria Judiciária do Tribunal de Justiça do Piauí, desde o dia 10 de janeiro de 2019, o recurso em sentido estrito interposto pelo ex-tenente do Exército Brasileiro,