Madrasta de Isabella Nardoni é autorizada a deixar prisão na “saidinha” de Dia das Crianças
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 11/10/17

Madrasta de Isabella Nardoni é autorizada a deixar prisão na “saidinha” de Dia das Crianças

Anna Carolina Jatobá, condenada a 26 anos e 8 meses de prisão pela morte da enteada Isabella Nardoni, foi autorizada a deixar a penitenciária em Tremembé (SP), nesta quarta-feira (11), na saída temporária de Dia das Crianças. Essa será a primeira vez que a detenta deixa a prisão desde a concessão do regime semiaberto.

A informação foi apurada na semana em que a Justiça impôs sigilo ao processo da presa. O pedido foi feito pela defesa de Anna Carolina.

A presidiária é interna da Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 feminina, desde 2008 – a unidade é conhecida por abrigar presas de casos de grande repercussão, como Suzane von Richthofen, condenada pela morte dos pais; e Elize Mtsunaga, que matou e esquartejou o marido.

Anna Carolina deve deixar o presídio nesta quarta (11) pela manhã, com retorno previsto à unidade até as 17h da próxima segunda-feira (16). Ela deve passar o período com os filhos de 10 e 12 anos, que moram com os pais dela na capital.

O advogado da presa, Roberto Podval, foi procurado por telefone, mas preferiu não comentar o assunto.

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que o processo da presa Anna Carolina Jatobá está sob sigilo de Justiça e que a pasta somente cumpre as decisões judiciais.

Marido
O marido de Anna Carolina Jatobá e pai de Isabella Nardoni, também condenado pela morte da menina, cumpre pena em regime fechado na Penitenciária 2 de Tremembé.

Ele pode pedir progressão de regime em julho de 2019, quando tiver cumprido 2/5 da pena.

Caso Isabella
Em 29 de março de 2008, Isabella foi jogada da janela do apartamento do casal, no sexto andar de um prédio no bairro do Carandiru, na Zona Norte de São Paulo. Os condenados negam o crime. Eles alegam que uma outra pessoa entrou na residência e matou a criança.

A acusação se baseou em provas periciais produzidas pela Polícia Civil. Para o Ministério Público, Anna Jatobá esganou Isabella Nardoni e Alexandre jogou o corpo da filha pela janela. Antes, o casal teria cortado uma tela de proteção do apartamento.

Fonte: G1

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

FNDE libera R$ 318 milhões para alimentação escolar

A primeira parcela de 2015 dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) foi liberada e está sendo transferida para os governos estaduais, municipais e distrital pelo Fundo Nacional

GERAL

Veja como aproveitar conteúdo do BB na reta final do concurso da Caixa

Com prova marcada para 30 de março, o concurso da Caixa Econômica Federal poderá ser um dos mais disputados da história. Em fevereiro, o órgão informou que recebeu 1.921.723 de

GERAL

Professora é agredida com socos por aluno

A professora Márcia Friggi, que trabalha na escola Indaial, no Vale do Itajaí em Santa Catarina, denunciou que foi agredida com socos por um aluno. Ela já registrou Boletim de

MUNICÍPIOS

BOCAINA | Sindicato dos Trabalhadores Rurais comemora 30 anos de atuação

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município de Bocaina completou 30 anos de atuação na cidade. Para comemorar as três décadas de luta e trabalho, a entidade realizou na tarde

GERAL

Servidores devem apresentar contracheque para participar de feirão de automóveis

Os servidores ativos, inativos e comissionados dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário devem apresentar o contracheque para participar do 1º Feirão de Automóveis do Servidor, que começa nesta quinta-feira (27)

GERAL

Secretaria de Saúde do Piauí investiga 31 mortes e 168 casos por H1N1

A Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) está investigando 31 mortes que teriam sido causadas por Influenza A H1N1. Além dos óbitos, 168 casos também estão sendo investigados sendo que