Prefeitura no Piauí realiza seletivo com 34 oportunidades
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 31/01/19

Prefeitura no Piauí realiza seletivo com 34 oportunidades

Processo Seletivo que objetiva a contratação temporária de 34 profissionais é divulgado pela Prefeitura de Anísio de Abreu, no Estado do Piauí.

As oportunidades disponíveis nesta seleção são para Professores de Educação Infantil e Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano (5), História (1), Geografia (1), Inglês (1), Matemática (1), Ciências (1), Educação Física (1) e Português (1); Nutricionista (2); Médico PSF (3); Farmacêutica (1); Psicólogo (2); Dentista PSB (3); Auxiliar de Enfermagem (2); Técnico em Enfermagem (5); e Motorista (4).

Com carga horária de 20h ou 40h semanais, os selecionados de nível fundamental a superior devem fazer jus à remuneração no valor entre R$ 998 e R$ 7.765.

Os interessados em alguma destas vagas podem efetuar inscrição até o dia 5 de fevereiro de 2019, por meio do endereço eletrônico www.consep-pi.com.br, mediante pagamento de taxa no valor de R$ 100.

Esta seleção, válida por um ano, compreenderá de Prova Objetiva, composta com questões de Língua Portuguesa, LDB/ Fundamentos da Educação, SUS, SUAS, Informática e Conhecimentos Específicos. A Prova Objetiva será aplicada provavelmente no dia 17 de fevereiro de 2019, conforme especificado no edital.

Fonte: PCI Concursos


ACOMPANHE O PORTAL NAS REDES SOCIAIS:
@cidadesnanet
Facebook.com/cidadesnanetoficial

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

Governo decreta ponto facultativo nesta sexta-feira (30)

O Governo do Estado decretou a transferência do ponto facultativo do Dia do Servidor Público, comemorado em 28 de outubro, para o dia 30 de outubro. A determinação afeta tanto

GERAL

Microsoft lança celular 2G, com Facebook ‘de fábrica’ e por US$ 30

Em plena era dos smartphones, a Microsoft lançou nesta segunda-feira (5) um celular simples, que acessa apenas a internet móvel 2G, já vem com Facebook e Messenger pré-instalados e custa

GERAL

BBB19 | Se condenada, Paula pode pegar até 3 anos, afirma delegado

O delegado Gilbert Stivanello, titular da Delegacia de Combate a Crimes de Racismo e Intolerância do Rio de Janeiro, disse ao UOL que há um procedimento instaurado desde o dia