SIMÕES | Em reunião, agentes de Saúde e Endemias comemoram derrubada de veto ao piso salarial
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 20/10/18

SIMÕES | Em reunião, agentes de Saúde e Endemias comemoram derrubada de veto ao piso salarial

A Associação de Agentes de Saúde de Simões, organizou uma reunião que teve como pauta a votação pelo Congresso Nacional, que derrubou o veto VET 32/2018 do presidente Michel Temer, ao piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias.

A reunião aconteceu na residência da agente de saúde Giselda e contou com a presença dos agentes Reginaldo Santos, Graças Veloso, Maria do Ceú, Donete, Nilda, Aparecida, Giselda, Socorro e Aquino – Ag. de endemias.

Reginaldo Santos, presidente da associação, e Aparecida Silva, vice-presidente, falaram em nome da categoria, ressaltando a felicidade dos profissionais por todos ao agentes de Simões e do Brasil. Reginaldo, disse que a união fez a força na conquista e parabenizou a todos os agentes de saúde e de combates as endemias.

O prefeito José Wilson, o Zé Ulisses, e a secretária de saúde Isamária Dantas, enviaram uma mensagem parabenizando os agentes de saúde e de combate as endemias pela importante conquista, ao tempo que disseram que estão prontos para cumprir a legislação e que também estão sempre à disposição da categoria.

O piso nacional da categoria estava congelado desde 2014, desde então havia uma luta a nível nacional da categoria em busca de seus direitos. Com a decisão, as duas categorias poderão ter um salário de R$ 1.250 no ano que vem. Em 2020, o valor passará para R$ 1.400 e, no ano seguinte, para R$ 1.500. A partir de 2022, o reajuste será definido pelo Congresso Nacional.

Fonte: Simões Online

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

GERAL

Jacobina do Piauí realiza I Fórum Municipal de Educação

A Secretaria de Municipal de Educação de Jacobina do Piauí promoveu o I Fórum Municipal de  Educação,  que teve como objetivo  nomear através de eleição, os membros do fórum permanente

GERAL

Quase R$ 10 milhões devem retornar aos cofres públicos após ações do MPF

Quase 10 milhões devem retornar aos cofres públicos em ressarcimentos e multas impostas por condenações da Justiça Federal contra ex-gestores públicos no Piauí, resultados de ações ajuizadas pelo Ministério Público

GERAL

NOTÍCIAS DA GREVE UESPI | Nota de Esclarecimento

Em razão do conteúdo da reportagem veiculada no Portal de GP1, que notícia a informação de que o Governador do Estado, Wellington Dias, teria afirmado que conversou com líderes do