Polícia investiga se ordem de incêndio a ônibus partiu de presídio no Piauí
Publicado por: Junior Oliveira | Data: 23/08/17

Polícia investiga se ordem de incêndio a ônibus partiu de presídio no Piauí

A Polícia Civil do Piauí está apurando se o incêndio na dessa segunda-feira (21) em zonas distintas de Teresina em três ônibus e uma caminhonete, tenha sido um ataque ordenado de dentro da Casa de Custódia. O incêndio foi de motivação criminosa, segundo apuração preliminar da polícia, e coincidiu com uma recente alteração na rotina da unidade penitenciária, que abriga hoje uma população carcerária de 1.024 homens.

Segundo o PI TV 2ª edição, presos de quatro pavilhões queimaram colchões, destruíram parcialmente várias celas e teriam ameaçado ordenar de dentro do presídio a destruição de ônibus na cidade.

“Vamos aguardar a apuração por parte da Polícia Civil para verificar a motivação e possíveis autores desse fato ou por quais motivos esses fatos foram registrados, disse o tenente-coronel John Feitosa, da Polícia Militar.

Para Daniel Oliveira, secretário de justiça do estado, é necessário uma investigação rigorosa. “É necessários ser analisado esses fatos com muita cautela, sabedoria e apresentando resultados. Quem tiver ordenado isso responderá judicialmente”, afirmou.

Polícia Militar se aproxima da Casa de Custódia na noite de terça-feira (22) (Foto: Ellyo Teixeira / G1)Polícia Militar se aproxima da Casa de Custódia na noite de terça-feira (22) (Foto: Ellyo Teixeira / G1)

Nesta terça-feira (22), detentos do pavilhão B da Casa de Custódia de iniciaram no começo da noite um motim. É a segunda rebelião esta semana no estabelecimento prisional situado na Zona Sul de Teresina. Informações do sindicato dão conta que o pavilhão B abriga atualmente 277 presos, quando a capacidade é para apenas 80.

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) informou que houve um distúrbio do Pavilhão B, mas foi controlado imediatamente, pois a segurança no presídio está reforçada. A Secretaria negou que tenha havido motim. “Eles só começaram a se aglomerar, mas a Polícia Militar com o nosso efetivo especial entrou no pavilhão e a unidade está sem alteração”, disse o subsecretário de justiça, Carlos Edilson Sousa.

Fonte: G1 Piauí

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

Polícia prende suposta quadrilha vendendo uísque falso na região litorânea

Policiais militares lotados na Força Tática de Parnaíba e no GPM de Caraúbas e Caxingó, região do litoral do estado, prenderam na madrugada desta segunda-feira (28/12), uma suposta quadrilha especializada

POLÍCIA

Delegado da Polícia Federal é assassinado no Maranhão; um é preso

O delegado Davi Aragão, 36 anos, chefe da Delegacia de Repreensão aos Crimes Fazendários da Polícia Federal, no Maranhão, foi assassinado na noite de sábado (5) vítima de um latrocínio

POLÍCIA

Suspeito de latrocínio é preso pela Polícia Civil

Na manhã dessa quarta-feira (06), por volta das 5h30, um homem identificado como Fábio Silva do Nascimento, foi preso através do cumprimento de um mandado de prisão em Esperantina. Ele