Governo quer separar criminoso que rouba celular do que assalta banco
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 11/02/19

Governo quer separar criminoso que rouba celular do que assalta banco

Na reforma administrativa um dos grandes impactos será na Segurança Pública, pelos menos é o que garante o governador Wellington Dias (PT).

O governo irá lançar um novo programa que foi batizado de “Sistema de Gestão de Risco” que classifica o preso em alto, médio e baixa periculosidade.

O estado quer separar criminosos que roubam celular do que assaltam agências bancárias.

Com a mudança, haverá tratamento diferenciado desde o momento da abordagem do crime, na prisão e o encaminhamento à justiça.

Para executar o novo programa, o governador irá criar três diretorias para gerencias as ações junto as Polícias Militar, Civil e Secretarias de Segurança e Justiça.

O deputado federal, Fábio Abreu, cotado para assumir a secretaria de Segurança Pública, informou ao portal Cidadeverde.com  que haverá mudança estrutural e organizacional nas Polícias Civil e Militar.

“Em nenhum momento um criminoso que rouba um celular vai ter contato com quem rouba um banco. Esse é o grande objetivo, não criar um intercâmbio entre eles. O sistema fará um tratamento diferenciado”, disse Fábio Abreu.

A cúpula da polícia defende que o crime de alto risco deve ser priorizado pela justiça. A Secretaria de Justiça fará a separação dos presos nos presídios.

Instituições como Greco, Depre, Homicídios, DHPP e Polinter vão cuidar de crimes de alto risco, assim como Bope, Rone e forças táticas.

SASC

Com o novo modelo, a segurança ficará integrada com Bombeiros e Sasc (Secretaria de Assistência Social e Cidadania). A Sasc ajudará no acolhimento e tratamento dos usuários de drogas e nas apreensões de adolescentes.

O sistema classifica o criminoso e o crime:

Alto risco – roubo a banco/feminicídio/ latrocínio/ homicídio/dentre outros;
Médio risco – pequenos furtos/ estelionatos/lesão corporal e outros crimes;
Baixo risco – crimes de menor potencial ofensivo.

60% dos crimes no Piauí são de baixo risco e 20% são de alto risco.

Fonte: Cidade Verde


ACOMPANHE O PORTAL NAS REDES SOCIAIS:
@cidadesnanet
Facebook.com/cidadesnanetoficial

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Diocese de Picos ordena dois novos diáconos

A Diocese de Picos celebrou na noite dessa quarta-feira, (27/), na Catedral de Nossa Senhora dos Remédios, a ordenação de dois novos diáconos: Francisco Ramires Barros Moura e Cláudio Santana

NOTÍCIA DESTAQUE

Jovem de 18 anos passa mal durante Mostra Brasileira de Foguetes e morre

Morreu em Teresina, nesse sábado (18), aos 18 anos de idade, o estudante Kailon Alerrandro Custódio de França. Ele passou mal durante uma apresentação na XIII Mostra Brasileira de Foguetes