Família de homem morto em viaduto no Piauí moverá ação após inquérito
Publicado por: | Data: 28/03/17
Comments 0

Família de homem morto em viaduto no Piauí moverá ação após inquérito

A família do autônomo Natan Barbosa, 36  anos , morreu eletrocutado no último dia 10, ao tocar o guarda-corpo em um dos viadutos do Mafuá, em Teresina, aguarda a conclusão do inquérito policial, para processar os responsáveis.

Apesar de as primeiras informações darem conta de que ele teria tido uma morte natural, o laudo do Instituto Médico Legal (IML) constatou que a morte foi por “eletroplessão”, morte provocada por uma descarga elétrica.

(Foto: Roberta Aline/Cidade Verde)

“A gente vai mover uma ação até para punir os responsáveis, porque não era para ocorrer uma morte em uma via pública, ao receber uma descarga elétrica. Vamos buscar os culpados”, destaca o advogado Teodoro Ribeiro, advogado da família e cunhado da vítima.

O caso está em andamento no 2º Distrito Policial, sob o comando do delegado Carlos Jorge, o Jorginho, que está ouvindo testemunhas e aguarda o laudo da perícia criminal sobre o fato. A polícia deve ouvir também da Eletrobras e a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro/Norte sobre a energização do local.

(Foto: Roberta Aline/Cidade Verde)

“O delegado não nos deu um prazo de conclusão, mas as investigações estão bem adiantadas, faltando pegar apenas alguns depoimentos”, destacou.

Uma das testemunhas ouvidas pelo delegado nesta terça-feira (28) falou com exclusividade à TV Cidade Verde. Ele prefere não se identificar , mas contou sobre o momento em que encontrou o corpo de Natan próximo ao viaduto.

(Foto: Roberta Aline/Cidade Verde)

“Eu tava de passagem pra ir no Pernambuco(bar) pegar um cigarro e vi o corpo de madrugada. Aquilo me chamou atenção. Chamei um amigo para ir lá e chegando ao local a pessoa já estava com a testa esverdeada. Triscando no ombro dele levei um choque que fui lançado contra a parede. Eu mesmo fui vítima de um choque no mesmo local”, afirmou.

(Foto: Roberta Aline/Cidade Verde)

O delegado afirma que estão sendo investigadas a Prefeitura de Teresina, a Eletrobras e a empresa responsável pela obra do viaduto. “Já estão num jogo de cintura, um joga pro lado e outro pro outro. A Polícia vai esclarecer, houve um homicídio culposo e alguém por isso vai pagar”, concluiu.

Fonte: Cidades Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍCIA

Polícia Militar estoura boca de fumo e prende uma pessoa no litoral do Piauí

A Polícia Militar fechou, nessa sexta-feira (27), uma boca de fumo na Rua Dudu, na Ilha Grande de Santa Isabel, no litoral do Piauí. Durante ação, ainda foi preso um

DESTAQUES

Força Tática faz apreensão de grande Arsenal de armas em Valença do Piauí

Policiais Militares da Força Tática de Valença apreenderam no início da tarde desta quinta-feira (11) no município, 17 armas de fogo entre revólveres e espingardas. Durante uma barreira policial, a

POLÍCIA

Condenado por explosão a caixa eletrônico é preso em condomínio em Teresina

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prendeu Dirceu Pereira da Silva condenado a 11 anos e 6 meses de prisão por roubo e uso de explosivo a caixa