Patos do Piauí completa 29 anos com estradas abandonadas; carros atolam na cidade e no interior
Publicado por: | Data: 30/04/21

Patos do Piauí completa 29 anos com estradas abandonadas; carros atolam na cidade e no interior

Emancipado pela Lei Estadual nº 4.477, de 29 de abril de 1992, desmembrado de Jaicós, o município de Patos do Piauí completou 29 anos nesta quinta-feira, dia 29 de abril.

Atualmente, o município é administrado pelo professor Joaquim Lopes dos Reis Neto, político que já exerceu, também, os mandatos eletivos de vereador, vice-prefeito, agora está em seu primeiro como prefeito. A experiência, que gerou expectativas positivas, agora, passados quatros meses, tem se transformado em frustração.

No dia do aniversário de Patos, a reportagem do portal Cidades na Net percorreu algumas comunidades rurais do município para verificar de perto a dura realidade daqueles que necessitam das estradas vicinais para se deslocarem. Seja para ir até a cidade, ou para suas propriedades rurais, em busca de algum serviço, as dificuldades e os desafios são os mesmos.

As chuvas deixaram marcas pelos caminhos. São crateras, grandes quantidades de areia acumulada. Alguns trechos são de difícil acesso, sobretudo, para veículos de pequeno porte. Outros estão intrafegáveis. Há até estradas que foram abandonados pelos usuários, que se obrigam a mudar a rota, percorrer caminhos mais distantes, para não ficar atolado, danificar o carro, como é o caso da estrada da localidade Estiva, passado por Zé Pedro Cícero.

A vegetação que ganhou nova vida com as chuvas agora está invadindo as estradas, comprometendo a visão e oferecendo riscos aos usuários.

O líder comunitário, Francisco João da Costa, o Chico de João Grande, como é popularmente conhecido, foi o guia pelas estradas. Ele relatou que moradores têm sido obrigados a se organizarem em grupos para fazer mutirão de na retirada da areia da estrada para poderem trafegar com seus veículos.

“Lá no Angical, na área chegando em Dário, fizeram um mutirão para tirar a areia. Como eles tiraram no mês de março, mesmo com essas chuvas que teve pesada agora. Entrou uma areia, mas tá passando veículo”, disse.

Na localidade Morro da Onça, flagramos dois homens utilizando um carro de mão e uma pá para tapar buraco.

Chico de João Grande informou que a população tem se reclamado muito da precariedade das estradas. “Tá tendo muita reclamação, e a gente se obrigou a fazer esse trabalho de divulgação da situação que tá as estradas pra ver se a Prefeitura toma providência”, pontuou.

Dentre as localidades percorridas e que as estradas tem pontos em situação precária, estão Angical, Lagoa das Pedras, Aroeira, Morro da Onça, Sítio e Bom Jardim. “Nós andamos só por uma parte do município. Por aí tem mais estrada ruim”, afirmou o líder comunitário.

Na localidade Lagoa das Pedras, próximo a casa de mel, a nossa reportagem encontrou um veículo modelo picape, que pertence a uma loja de móveis da cidade de Patos e que estava realizando entrega. O motorista enfrentou dificuldades para ultrapassar um longo trecho de areia.

 

No Morro da Onça, um caminhão estava atolado no areal. O veículo de carga havia saído de Juazeiro, na Bahia, e seguia para Vera Mendes transportando frutas e verduras. O motorista relatou que era a segunda vez que tinha ficado preso nas areias no município de Patos.

O ajudante teve que utilizar uma pá para retirar o excesso de areia. O trabalho pesado durou cerca de 40 minutos e foi registrado pela câmera do Cidades na Net.

 

O líder comunitário gravou um vídeo denunciando o descaso. Segundo Chico de João Grande, até o momento, mesmo diante da precária situação das estradas, os transtornos enfrentados pela população e as constantes reclamações, a Prefeitura de Patos não realizou nenhum serviço de recuperação de estradas.

 

O município possui máquinas distribuídas pelo Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no entanto, os equipamentos estão na garagem e a população tem tido que trabalhar de forma braçal.

 

Aprígio Antônio Lopes, que mora na localidade Morro da Onça, relatou os transtornos enfrentados ao andar pelas estradas do município de Patos do Piauí em seu veículo. Ele relatou que foi a uma missa na companhia de sua esposa, e na volta para casa, ficou atolado. Teve que retornar e seguir por outra rota mais distante para chegar em sua residência.

 

Cena se repete na cidade

Os registros de veículos atolados, no entanto, não se restringem apenas a zona rural do município. Fotos enviadas por webleitores ao portal Cidades na Net na manhã desta sexta-feira, 30, mostram um veículo de grande porte, uma camionete Hilux, da empresa de distribuição de energia, atolado em uma rua na cidade de Patos.

A parte dianteira do veículo foi parcialmente engolida por uma cratera.

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

MUNICÍPIOS

Em vídeo, menino de 6 anos diz que sonha ganhar geladeira: ‘para beber água gelada’

Samuel, 6 anos, morador de Barras, cidade que fica a 130 km de Teresina, tem um sonho: ter uma geladeira em casa para poder beber água gelada. A história do menino

Picos

Mulher cai no golpe da “saidinha de banco” em Picos

Uma mulher, cujo nome não foi identificado, foi vítima de um dos mais novos golpes que estão sendo aplicados em Picos e que tem se tornado recorrente. É o golpe

DESTAQUES

SIMÕES | Fiéis mantém tradição e participam da procissão da festa de São Simão; veja imagens

Em Simões, a cidade dos ventos, o dia 28 de outubro é marcado pela celebração da festa do seu padroeiro, São Simão, uma tradição religiosa que se mantém viva há