Padre Marcos realiza o III Arraiá da Boa Esperança; junina ‘Chamego Bom’ é a campeã
Publicado por: | Data: 11/06/19

Padre Marcos realiza o III Arraiá da Boa Esperança; junina ‘Chamego Bom’ é a campeã

O “Arraiá da Boa Esperança”, evento festivo e cultural promovido pela Prefeitura de Padre Marcos, através da Secretaria de Educação, foi oficialmente aberto na noite desta segunda-feira, 10, com o festival de quadrilhas juninas.

O Arraiá acontece paralelo ao festejo religiosos do município, que tem como padroeiro Santo Antônio, um dos santos símbolos das festividades juninas. O objetivo é manter viva a tradição cultural das festas juninas, uma das manifestações culturais mais expressivas no Nordeste brasileiro.

A primeira noite do evento foi marcada pelo espetáculo protagonizado pelas quadrilhas. A primeira apresentação foi feita por um grupo local, a junina “Piração”, que apresentou o tema “Com fé encontrei o amor”, relatando a história de um casal que fez parte do grupo de jovens JAUC.

Em seguida, aconteceu o concurso de quadrilhas, que contou com a participação de dois grupos. A primeira a se apresentar foi a “Arrasta Pé dos Caipiras”, da cidade de Picos, seguida da junina “Chamego Bom”, de Jaicós. Os grupos apresentaram ao público um verdadeiro espetáculo de cores, coreografias e muita alegria.

Escolhida pelos jurados, a representante de Jaicós, que havia ficado em segundo lugar em 2018, agora se tornou a grande campeã do “Arraiá da Boa Esperança”, levando o troféu e a premiação em dinheiro, no valor de R$ 800. A vice, a “Arrastapé”, levou o prêmio de R$ 400 e troféu.

Além das apresentações das quadrilhas, o que também ganhou destaque foi a beleza da Praça do Abrigo, onde acontece o evento. O espaço foi decorado com uma riqueza de detalhes que chamou a atenção do público.

O prefeito Valdinar Silva informou que esse ano, o evento cultural traz a temática “O Sertão”, retratando o ambiente do interior e o homem e a mulher do campo, que segundo ele, tem um papel fundamental no desenvolvimento do município de Padre Marcos.

“O que nós queremos é resgatar, valorizar e manter viva a cultura nordestina, que é nossa. Além disso, o Arraiá também contribui com o melhoramento da economia local e eleva a autoestima da população. Nesse período o clima em nossa cidade é de muita alegria.”, disse.

Além do prefeito Valdinar, que esteve acompanhado da primeira dama Edilene Silva, também prestigiaram o evento o vice-prefeito Valdo Benedito, o secretário de Educação, Eraldo Carvalho, o presidente da Câmara, Irmão Adão, demais vereadores, secretários municipais e outras personalidades.

_Programação
A programação cultural do III Arraiá da Boa Esperança segue até a próxima quinta-feira, 13 de junho, paralelo aos festejos de Santo Antônio. Hoje, 11, após a missa, acontece o tradicional leilão, um momento de confraternização da comunidade católica.

Na quarta, 12, às 15h, no Estádio Municipal Macedão, será realizada a final do Campeonato Municipal de Futebol Amador de Padre Marcos entre os times Caititu e Pé do Morro, e em seguida, a cerimônia de premiação.  Na quinta, 13, às 9h30, acontece o Rifão de Santo Antônio; às 17h o prefeito Valdinar vai inaugurar obras e entregar um veículo modelo Van; e a partir das 22h acontecem os shows, ponto alto da programação. Três atrações se apresentarão no palco do evento – Lamarck, Junior Viana e a Banda Lance Love.

_Fotos

   

 

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Prefeitura de Jaicós lança enquete para escolha de atração musical que animará o aniversário da cidade

A Prefeitura Municipal de Jaicós, por meio da Secretaria de Juventude Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, lançou nesta quarta-feira (20), através das redes sociais, uma enquete para a escolha da

NOTÍCIA DESTAQUE 0 Comments

Paróquia de Padre Marcos lança símbolo oficial do centeário

A Paróquia de Santo Antônio, em Padre Marcos, comemora este ano o aniversário de 100 anos de construção da Igreja Matriz.Um grande evento está sendo preparado para comemorar a importante

NOTÍCIA DESTAQUE

Diretor isenta parte da culpa da Evangelina Rosa pelos óbitos no local e aponta melhoras no atendimento

Depois de seis dias interditada, e de ter, neste período, estado viajando para Paris, o diretor da Maternidade Evangelina Rosa, Francisco Macêdo, afirmou na manhã desta segunda-feira (26) que as mortes