Connect with us

POLÍTICA

Temendo debandada, João Madison defende reorganização da base aliada

Publicado

em

O deputado estadual João Madison (MDB) demonstrou nesta quinta-feira (23) preocupação com a base aliada e os rumos para 2022. Segundo ele, a eleição para vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) foi traumática, causando rusgas e afastando aliados importantes, como o deputado estadual Wilson Brandão, do Progressistas. Madison defende uma reorganização o quanto antes, sob pena de acontecer uma debandada já em dezembro.

“Precisamos reorganizar a base. Queira ou não a eleição do tribunal foi traumática. Reorganizar a base é para saber com quem nós vamos contar. Aí você chega depois de dezembro e as pessoas vão dizer: não falaram comigo, tomei outro caminho”, disse o deputado em entrevista à TV Cidade Verde.

Como o PT levou a melhor no TCE, tem a cabeça de chapa para o governo do estado e, possivelmente, deve indicar uma vaga ao Senado, João Madison defende que tudo seja dialogado para evitar dissidências. 

“Isso pode ser conversado, dialogado. O que não pode deixar é pra resolver lá pertinho da eleição. Precisa ser discutido com o MDB, PL, PSD”, declarou, ressaltando que o seu partido vai buscar a vaga de vice na chapa.

“O MDB vai lutar pela vice, pois acreditamos ser o 2º maior partido. É natural e não estou enganando ninguém com isso”, disse.

Publicidade

O PSD, inclusive, já é cortejado pelo Progressistas do senador Ciro Nogueira. Para Madison, o partido não deve desembarcar do governo.

“Eu não vejo a menor condição. Vejo o Georgiano afinado com o projeto que aí está”, finalizou.

Foto: Roberta Aline

Da Redação
[email protected]

Publicidade

Facebook

MAIS ACESSADAS