Explosão em fábrica clandestina de fogos deixa cerca de 6 feridos no Ceará
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 03/05/19

Explosão em fábrica clandestina de fogos deixa cerca de 6 feridos no Ceará

Uma grave explosão em uma fábrica clandestina de fogos de artifício deixou cerca de seis feridos em Juazeiro do Norte, no Ceará. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o local não tinha autorização para a produzir rojões e outros tipos de explosivos.

A polícia trabalha com a hipótese de que a detonação aconteceu pelo contato dos produtos com alguma faísca. As informações são do IG.

O primeiro boletim do Hospital Regional de Juazeiro do Norte informou que uma das vítimas está com mais da metade do corpo atingido por queimadura de terceiro grau e se encontra em estado grave. Os demais seguem em observação, sem riscos de vida.

Reprodução

O local onde aconteceu a explosão foi tomado pela população. A casa foi toda destruída. A polícia ainda investiga para descobrir quem é o responsável pela fábrica clandestina.

O acidente aconteceu no bairro de Frei Damião. Dentro da casa, no momento da explosão, trabalhavam cinco pessoas. Todas se queimaram. Um homem que estava em uma residência vizinha também foi atingido pelo fogo e encaminhado para o hospital.

 

 

Fonte: IG

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

Irmão Jessé participa de inauguração de igreja evangélica em São Paulo

O evangelista Jessé Gonçalo da Silva, o irmão Jessé, como é popularmente conhecido, participou na semana passada dos eventos de inauguração do novo templo da Igreja o Brasil para Cristo,

GERAL

PICOS | Buscas por idoso de 77 anos são intensificadas

As buscas pelo idoso Francisco Antônio de Carvalho, de 77 anos, estão sendo intensificadas. O mesmo desapareceu na noite da última terça-feira, 12 março, na localidade Lagoa dos Félix, zona

GERAL

A cada mil jovens piauienses, 268 não chegarão à terceira idade, diz IBGE

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que aumentou em quase 2% a probabilidade de um jovem de 15 anos não completar 25 anos no Piauí. De 1980 a 2013, esse percentual saltou de