Gestores falam sobre medidas preventivas e caso suspeito em Jaicós, e pedem conscientização da população   
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 20/03/20

Gestores falam sobre medidas preventivas e caso suspeito em Jaicós, e pedem conscientização da população   

Em entrevista concedida na manhã de hoje, 20, na Secretaria Municipal de Saúde, o prefeito do município de Jaicós, Ogilvan da Silva Oliveira, o Neném de Edite, a secretária de Saúde, Audeli Coutinho, a diretora do Hospital Florisa Silva, Oziana Oliveira e o assessor técnico, Kainã Mendes, prestaram informações sobre as medidas que estão sendo adotadas no município, os atendimentos de saúde, o caso suspeito registrado esta semana e a importância da conscientização da população.

Seguindo orientações do Governo do Estado e Ministério da Saúde, o município vem, desde o início desta semana, adotando uma série de medidas com o intuito de proteger a população e controlar a disseminação do coronavírus na cidade. Aulas, eventos e alguns atendimentos na área da saúde foram suspensos e a gestão segue trabalhando na ação preventiva e buscando informar e conscientizar a população.

A secretária de Saúde, Audeli Coutinho, disse que ações preventivas estão sendo realizadas de acordo com as orientações, e frisou que a população ainda não entendeu a gravidade da situação. “Estamos com ações preventivas, assim como o Estado e o Ministério da Saúde tem nos orientado. Fizemos nosso plano de contingência, estamos repassando aos profissionais as medidas a serem tomadas e conscientizando a população.  Infelizmente, a população parece que ainda não entendeu a gravidade da situação, pois a cidade continua movimentado e estamos muito preocupados quanto a isso” disse.

Audeli confirmou que esta semana o município registou um caso suspeito, e que ainda está sendo aguardado o resultado positivo ou negativo. “No mapa com dados divulgados pelo CIEV, estamos na classificação de caso suspeito. O município notificou sim um caso suspeito. A pessoa, que deu entrada no hospital ontem à tarde, teve contato durante 19 dias com o filho que chegou de outra região. A pessoa não está mais em Jaicós, pois por conta dos sintomas, o médico prontamente encaminhou para Picos e estamos aguardando ainda o resultado, para saber se será positivo ou não” explicou.

A gestora ainda pediu a colaboração dos comerciantes e toda a população. “A frase chave é ficar em casa, pois assim é mais fácil de controlar a disseminação do vírus. Estamos orientando constantemente que a população fique em casa e evite aglomeração de pessoas. Pedimos a ajuda dos comerciantes, donos de bares e de toda a população, pois estamos em estado de emergência nacional, estadual e chegou aqui também, é municipal” finalizou.

A diretora do hospital, Oziana Oliveira, disse que o município registrou apenas um caso suspeito e esclareceu sobre informações que estavam circulando nas redes sociais. “Ontem à noite resolvemos divulgar uma nota oficial, porque estavam sendo compartilhadas muitas informações falsas. Esclarecemos que temos apenas um caso suspeito, que é esse em que a pessoa já está em Picos. A mulher que foi ao hospital no dia 18 foi a dona Maria das Mercês, que chegou ao hospital com início de infarto. Ela foi levada para o Justino Luz e veio a óbito. A segunda pessoa deu entrada ontem com muita falta de ar, febre alta e após uns 40 minutos, como não estávamos conseguindo conter, transferimos para Picos, onde ela ainda se encontra em observação” falou.

Oziana também disse que infelizmente, muitos não estão colaborando. “Infelizmente nossa população não quer acreditar na situação que está acontecendo no mundo todo. A gente vem alertando, conversando com quem chega ao Florisa Silva, que evitem ir ao hospital, a não ser que seja um caso muito sério, orientando que fiquem casa, para evitar aglomeração, mas infelizmente muitos não estão colaborando. Tem muita gente na rua, achando que é brincadeira e não é, é algo muito sério”.

Por fim, ela pediu a ajuda da população.  “Pedimos a população de Jaicós que se ajudem e nos ajudem também, pois aqui é uma área de risco, onde chega muita gente de Matão, São Paulo e outros estados. Pedimos que nos ajudem, fiquem em casa, fiquem em casa” alertou.

O prefeito Neném de Edite, disse que a maior preocupação é que o vírus chegue a zona rural. “Nossa preocupação é se isso chegar até a zona rural, pois se acontecer, o Piauí, Jaicós e outros municípios são incapazes de ter estrutura para atender a população que apresentar sintomas. Não estamos alarmando, querendo criar terror, mas como Jaicós já está no mapa como município suspeito, nosso papel é de prevenir. Então, pedimos que a população fique em casa, não tenha contato com aglomeração de pessoas. Nós suspendemos as aulas, a Copa Galo, eventos, algumas pessoas suspenderam festas agendadas, aniversários.  Estamos fazendo nossa parte “disse.

Ele também pediu que a população se conscientize, pois não adianta apenas cobrar do município e não colaborar.  “A orientação do gestor, de todo órgão da saúde, é que a população nos ajude e tenha consciência, pois acredito que todos estão vendo as notícias na tv, nas redes sociais 24 horas, sobre a gravidade dessa epidemia. Pedimos a população ajude a gestão, pois não adianta só cobrar da Secretaria de Saúde, do hospital, se a população não ajudar, não se conscientizar da gravidade dessa epidemia, que vem tomando uma proporção muito grande. Nosso pedido é que a população fique em casa, entenda o que está acontecendo no país, em Teresina e que pode chegar ao nosso município”.

Kainã Mendes informou que as primeiras medidas adotadas foram a orientação aos profissionais e também a população. “O pontapé inicial é orientar os profissionais sobre as condutas que devem ser tomadas, o fluxograma que deve ser seguido durante o atendimento de possíveis casos suspeitos. Estamos tentado também orientar a população para que ela realmente adote medidas de precaução, ficando em casa, evitando aglomerações, e outras medidas, para que assim a gente consiga minimizar os efeitos do coronavírus”.

Segundo ele, tem sido feita uma campanha de conscientização. “Já começamos uma campanha. Através da Vigilância Sanitária emitimos uma nota esclarecedora para os comerciantes de forma geral e trabalhadores, orientando sobre as medidas preventivas. Estamos também tentando trabalhar as orientações para a comunidade de forma geral, através das mídias, dos profissionais que estão diretamente na assistência tanto na rede hospitalar, quanto nas unidades de saúde”.

Kainã disse que considerando o número populacional e outras particularidade do município, está sendo trabalhado planejamento especifico de ações. “Além disso temos trabalhado muito o planejamento das ações, pois percebemos há particularidades. Jaicós é um município de 19 mil habitantes, temos um grande aglomerado de pessoas que vem de outras cidades, de São Paulo, temos a rodovia federal em que as pessoas passam vindo de outros estados, param para abastecer, para almoçar. Todos esses pontos são de risco e estamos tentando estabelecer estratégias para orientar estabelecimentos de como proceder em casos de pessoas que eventualmente estejam vindo de área de risco, estejam   transitando no município”

O enfermeiro ainda falou sobre os atendimentos nos órgãos de saúde, informando que foram suspensos os atendimentos de Fisioterapia, permanecendo apenas alguns de urgência e emergência; atendimentos odontológicos, atividades do CAPS e NASF; visitas domiciliares; marcação de consultas e exames; cadastros feitos pelos agentes de saúde; transporte de pacientes de Jaicós a Teresina; serviço de atualização do cartão SUS e Bolsa Família; teste de orelhinha e linguinha; serviços de puericultura, hiperdia e prevenção também foram cancelados.

Ele explicou que alguns atendimentos não podem ser suspensos, pois são essenciais para a população. “Alguns atendimentos não podem ser suspensos, devido a necessidade de atender algumas pessoas. Mas para isso, as unidades de saúde estão sendo orientadas a trabalhar com fracionamento de horário. Então, permanecem atendimentos médicos e de enfermagem nas Unidades Básicas de Saúde. Orientações e atendimentos básicos para pessoas que eventualmente estejam com sintomas. Sala de vacinação permanece, tendo em vista que segunda-feira inicia a campanha nacional contra gripe e sarampo. A farmácia básica também deve funcionar de forma normal e as salas de procedimento nas unidades, pois as pessoas podem procurar para fazer curativo, verificar a pressão, glicemia ou tomar alguma medicação. Esses ambientes precisam estar em pleno funcionamento para que a gente não coloque em risco os atendimentos básicos do município”.


Veja também: Feira livre de Jaicós é cancelada por 30 dias

Em nota, Secretaria de Saúde nega morte de paciente com suspeita de coronavírus em Jaicós

Câmara de Jaicós suspende realização de sessões, atendimento ao público e serviços administrativos

Pesquisar vigilância Vigilância Sanitária de Jaicós divulga nota com recomendações aos comerciantes e população

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

MUNICÍPIOS

Oitenta cidades do Sul do Piauí tem alerta para chuva intensa e rajadas de até 100 k/h. Veja quais!

Mais de 80 cidades do Piauí estão em zona de alerta emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A área abrange outros estados nordestinos, no entanto, a previsão é o

DESTAQUES

Enem terá novo formato apresentado este ano

O Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ) vai passar por reformulações para se adequar às mudanças estabelecidas pela reforma do Ensino Médio e um novo modelo deve ser apresentado

DESTAQUES

Colisão entre duas motocicletas deixa uma pessoa morta no interior do Piauí

Uma colisão entre motocicletas na tarde desta quarta-feira (16/08) deixou um homem morto. O fato ocorreu na comunidade Alegre, na rodovia PI-211 que liga o município de Esperantina a Joaquim