Zé Filho confirma candidatura e diz: “Não há traição do PMDB”
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 02/06/14

Zé Filho confirma candidatura e diz: “Não há traição do PMDB”

O governador Antônio José de Moraes Souza Filho, o Zé Filho (PMDB), confirmou no início da tarde desta segunda-feira (02) sua pré-candidatura à reeleição ao Palácio de Karnak. Em entrevista coletiva concedida na residência oficial, o chefe do executivo garantiu o PSDB indicará a vaga de vice na chapa e disse que buscará apoio de Marcelo Castro.

“Recebo tudo com naturalidade. Esse é um momento de emoção para todo mundo. Tem que se ter paciência e calma. O governador está tranquilo e tudo tem que ser encarado com naturalidade. Os partidos acharam por bem que a candidatura do PMDB fosse a nossa, por isso confirmo: sou pré-candidato”, explicou o governador.
Zé Filho garante que agora vai valorizar as alianças com os partidos da base e que o grupo entra competitivo na disputa e para ganhar. Ele relembrou que os partidos ainda possuem tempo para conversar, já que as convenções ocorrem até 30 de junho, e que não desistir da parceira com Marcelo Castro.
“Ele é um irmão. Marcelo Castro é um companheiro valoroso e não vou abrir mão dele. Vou conversar de novo com ele. Quero ter apoio dele. Eu não impus candidatura. Foi decisão da base aliada. Eles entenderam que a minha candidatura é a melhor para o governo. Não vai acontecer racha. O PMDB está unido”, disse o governador.
Relação com PSDB
O governador assumiu, ainda, que os acordos iniciaram muito cedo (em dezembro de 2013) e que este fato pode ter resultado em decisões “precipitadas” e “erradas”. Mesmo assim, Zé Filho garante que não desistiu de marchar com o PSDB à recondução ao Palácio de Karnak. Antes, o ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, seria vice na chapa com Marcelo Castro.
“O PSDB é um partido valoroso. Temos um grande histórico de aliança e não queremos deixar essa parceria de lado. Ainda não foi ao Palácio de Karnak e não recebi os pedidos de demissão dos secretários. Eles ainda pertencem ao primeiro escalão do governo”, explicou o governador do Estado.
Reação de Marcelo Castro
Em entrevista coletiva, o deputado federal Marcelo Castro declarou que se sentia traído pelo seu partido. Zé Filho analisou a reação. “Isso é coisa de momento, de emoção. Com os tempos as coisas vão ser ajustadas. Não houve traição no PMDB. Foi a decisão da maioria, temos que respeitar isso”, revelou.
Adversários
Questionado se o candidato do PT, Wellington Dias, saia na frente na disputa pelo Karnak devido os problemas de indefinição sofridos no PMDB, o governador do Estado desabafou. “Wellington está na frente pela nossa falta de participação. Isso não me amedronta. Queremos dar continuidade ao trabalho que foi dado início com Wilson Martins”, disse.
Relação com Wilson Martins
“Continuamos apoiando o Wilson Martins ao Senado. Esse acordo está constituído há muito tempo. Não tem porque estar com esse estresse todo. Não tem porque ter isso. Somos grandes parceiros”, esclareceu.
Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

BrVox registra sua terceira pesquisa sobre a eleição em Picos e vai divulgar sexta-feira

O Instituto Galaxy (BrVox) apresentou no último sábado, dia 15 de agosto, ao Tribunal Superior Eleitoral, mais um pedido de registro de pesquisa de intenção de voto sobre a eleição

POLÍTICA

Deputado vai processar Bolsonaro por tuíte obsceno

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) afirmou que vai entrar com representação na Procuradoria-Geral da República contra Jair Bolsonaro por sua postagem pornográfica sobre o Carnaval, segundo a coluna Radar da Veja.

POLÍTICA

Agência Francesa anuncia interesse em financiar programas sustentáveis no Piauí

Representantes da Agence Française de Développement (AFD) estiveram em audiência com o governador Wellington Dias, nesta quarta-feira (31), para tratar sobre possíveis investimentos no Piauí. A agência, a princípio, mostrou