Sem estados e municípios, reforma tem “efeito reduzido”, diz W.Dias
Publicado por: | Data: 11/07/19

Sem estados e municípios, reforma tem “efeito reduzido”, diz W.Dias

O governador Wellington Dias (PT) participou nesta quarta-feira (10) de reunião na comissão especial do Senado que acompanha a reforma da Previdência. Durante os debates, ele defendeu regramento único para o modelo de Previdência geral, até o limite do teto do INSS, e um regramento para o sistema complementar, acima do teto das aposentadorias e pensões.

“É necessária a adoção de medidas que possam permitir o equilíbrio financeiro e atuarial nas Previdências pública e privada, de uma reforma que permita ao Brasil ter o que outros países desenvolvidos e em desenvolvimento já alcançaram: a unificação das regras”, disse o governador.

Assim como outros líderes dos estados, o petista apelou aos senadores que, caso a Câmara não inclua estados e municípios na reforma, que isso possa ser feito pelo Senado durante a votação.

Para Wellington, a maior preocupação é com o “efeito reduzido” da reforma nos estados. E citou o caso do Piauí, que em 2044 pode alcançar R$ 27 milhões em déficit. Lamentou erros do passado e ainda defendeu a incorporação de novas fontes de receita como forma de equilibrar as contas da Previdência, a exemplo do combate à sonegação e a regulamentação de lucros e dividendos.

    Geraldo Magela/Agência Senado

“A Previdência no setor público no Brasil nasceu sustentada nas tetas do governo. Precisa encontrar uma forma de largar as tetas. É preciso compreender que a Previdência não é do povo, é de algumas pessoas. Há necessidade de ela se sustentar sozinha, com contribuição de patrão e empregado. Esse é o caminho. O que no Brasil se entende como normal, a União completar [o custo da aposentadoria] não é normal em lugar nenhum. Todos os erros do passado geraram passivo, através das decisões dos governos, e têm que ter solução. A Lei de Responsabilidade Fiscal não teve o cuidado de gerar investimento, enquanto coloca obrigação para muitas coisas”, pontuou.

Fonte: 180 Graus Com trechos da Agência Senado

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

PP vai apoiar candidato que Firmino Filho definir, diz deputado

O presidente estadual do Progressistas, Júlio Arcoverde, afirmou na sexta-feira (29) que para a prefeitura de Teresina, o partido irá apoiar o candidato que Firmino Filho (PSDB) escolher. Júlio Arcoverde

POLÍTICA

TRE autoriza registro de Sílvio Mendes e cassa 4 candidaturas

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) autorizou as candidaturas do governador Antonio José de Moraes Sousa Filho, o Zé Filho (PMDB), e do candidato a vice-governador, Silvio Mendes (PSDB), na manhã

POLÍTICA

MP-PI diz que previsão de orçamento pode inviabilizar eleições em 2016

O procurador-geral de Justiça, Cleandro Moura, declarou que o reajuste de R$ 3,75 milhões do orçamento previsto para os três poderes em 2016 é insuficiente para sanar as deficiências do