Wellington Dias inaugura presídio no Piauí e anuncia novas obras
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 14/11/17

Wellington Dias inaugura presídio no Piauí e anuncia novas obras

O sistema prisional do Piauí foi reforçado com a inauguração da Penitenciária Regional José de Arimatéia Barbosa Leite, em Campo Maior, nessa segunda-feira (13). A nova unidade tem 160 vagas e é o segundo presídio aberto pelo Governo do Estado em dois anos. Construído com recursos advindos do Tesouro Estadual, a implantação do complexo prisional é fruto de importante parceria institucional do Poder Executivo com o Poder Judiciário.

Com um montante de investimentos no valor de R$ 4,6 milhões, o presídio faz com que o estado supere a marca de 400 vagas abertas pela Secretaria de Justiça desde 2015. O secretário de Estado da Justiça, Daniel Oliveira, adiantou ainda o início do curso de formação de novos agentes penitenciários para suprir o aumento no número de vagas no sistema prisional.

“Nós já anunciamos, com o governador, a partir do dia 3 de janeiro, o curso de formação para agentes penitenciários, novos servidores, e estamos já com todas as condições de modernizar a penitenciária de Campo Maior e garantir novos investimentos para o estado do Piauí”, afirmou Oliveira.

Representando o Ministro da Justiça, Torquato Jardim, esteve presente na inauguração do novo presídio piauiense o diretor-geral do Departamento Nacional Penitenciário (Depen), Jefferson de Almeida. De acordo com o departamento federal, mais de 700 mil pessoas vivem privadas de liberdade no Brasil.

Para o diretor-geral do Depen, a abertura do presídio vai de encontro ao problema das superlotações nos presídios. “A inauguração desta unidade prisional vem contribuir com a diminuição do déficit de vagas que existe no sistema penitenciário nacional. É muito importante a inauguração desta unidade, ela é compacta, de fácil gestão e atende todas as regras que dizem respeito às assistências. Vai permitir educação, vai permitir trabalho e assistência médica às pessoas privadas de liberdade. Então, nesse sentido, é um grande passo para o Governo do Piauí”, destacou Jefferson de Almeida.

Na solenidade de inauguração também foram entregues ao presídio novos armamentos e equipamentos de proteção individual. O novo presídio está localizado na Avenida. Nilo Oliveira, s/n, Localidade Fazendinha, próximo ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI) de Campo Maior.

Segurança para a região

Tranquilizando a população local sobre os possíveis riscos de implantação do presídio na região, o governador falou sobre as medidas projetadas pelo governo estadual para reforçar a segurança. “Ninguém gosta de cemitério, ninguém gosta de penitenciária, assim como ninguém gosta de necrotério. O fato é que isso é uma necessidade da sociedade. Com a mesma responsabilidade que estamos implantando este presídio, estamos reforçando o sistema de policiamento, oferecendo não só viaturas como outros equipamentos”, explicou Wellington.

Dias ainda falou dos reflexos econômicos que a implantação traz para o município de Campo Maior como a compra de alimentos e de combustível para as viaturas, que será obrigatoriamente feito no município.

A coordenadora de Engenharia da Sejus, Socorro Seabra, informou que o presídio conta com celas individuais e setor de triagem para recebimento das famílias. A unidade conta ainda com uma casa de vistoria, uma escola e um módulo de visita íntima. “Os pavilhões são construídos em concreto armado, ao contrário dos presídios antigos, feitos em alvenaria. Isso tudo é para dar suporte de segurança e para que o detento seja um reeducando que saia melhor do que quando chegou”, pontuou Seabra.

Na estrutura, o presídio regional de Campo Maior abriga caixa d’água, sistema anti-incêndios e estacionamentos internos e externos.

Educar para ressocializar

A ressocialização é um ponto forte nas penitenciárias do Piauí, garante o secretário da Justiça. De acordo com Daniel Oliveira, em outubro, o Piauí chegou a mrca de mais de 30% da população carcerária estudando regularmente e se preparando o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. “Nossos detentos estão participando de curso de formação, de leitura. Estamos garantindo, com isso, que o Piauí seja um exemplo para o Brasil nesse segmento”, destacou o gestor.

Homenagem

O nome da Penitenciária de Campo Maior é uma homenagem ao agente penitenciário José de Arimateia Barbosa Leite que faleceu em agosto deste ano. Com 30 anos de serviço, Arimatéia iniciou a carreira na Sejus em 1987. Nos primeiros anos de serviço, exerceu a função de motorista e, em seguida, a de agente penitenciário. Trabalhou na Colônia Agrícola Penal Major César Oliveira, na Casa de Albergados de Teresina, na Penitenciária Regional Irmão Guido e na Casa de Custódia Professor José Ribamar Leite.

Outras obras

Na solenidade em Campo Maior, o governador anunciou a previsão para conclusão da licitação para asfaltamento da estrada que liga a cidade ao município de Coivaras, prevista para o próximo dia 16. Além de uma viatura disponível para o presídio, Dias garantiu que duas novas viaturas serão disponibilizadas para Campo Maior e outras seis para municípios da região, reforçando a segurança local.

Fonte: Cidade Verde

Foto: Jorge Barros

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Retomada de obras está ameaçada

O governo do Estado está retomando as atividades em 70 obras que estavam paralisadas. Para isso, o governo pretende utilizar R$ 69 milhões que foram liberados pelo Banco do Brasil,

POLÍTICA

Ciro Nogueira é denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro. Veja!

A Procuradoria Geral da República denunciou ao Supremo Tribunal Federal o senador Ciro Nogueira (PP-PI) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato.

POLÍTICA

Bolsonaro é processado por racismo contra quilombolas

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi processado nesta segunda-feira (10), pelo Ministério Público Federal pela declaração racista que deu sobre quilombolas. Através dos procuradores Ana Padilha e Renato Machado,

POLÍTICA

Zé Filho não vai entregar faixa ao sucessor Wellington Dias

A faixa governamental, símbolo da autoridade maior do estado, não deverá ser entregue pelo governador Zé Filho (PMDB) ao seu sucessor Wellington Dias (PT), no próximo dia 1º de janeiro

POLÍTICA

Instituto de águas é criado com quase 300 cargos comissionados

Criado através da lei n°5.641 de abril de 2007 para substituir a Agespisa, o Instituto de Águas e Esgotos do Piauí,  já nasce com 255 cargos e funções gratificadas. Sancionado

POLÍTICA

Ex-prefeito de Geminiano deixou mais de R$ 500 mil nas contas da Prefeitura

O ex-prefeito do município de Geminiano, Jânio Jader de Sousa Borges, concluiu seu mandato à frente da Prefeitura no último dia 31 de dezembro de 2016. Ao deixar o comando