Governador debate com Banco Mundial investimentos de R$ 1 bilhão para o Piauí
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 10/08/18

Governador debate com Banco Mundial investimentos de R$ 1 bilhão para o Piauí

O governador Wellington Dias se reuniu nesta quinta-feira (09) com o presidente do Banco Mundial no Brasil, Martin Raisser, na sede da instituição, em Brasília.

Durante o encontro, o chefe do executivo piauiense apresentou o cronograma de metas estabelecidas, junto ao Banco Mundial, referente às obras e aplicações financeiras, frutos de contrato de empréstimo realizado pelo Estado junto ao banco.

O contrato, celebrado em 2015, prevê a aplicação de R$ 1,1 bilhão em iniciativas voltadas para as áreas da educação, saúde, infraestrutura e agricultura familiar.

“Nós estamos entregando, após as eleições mais de 6 mil títulos de posse de terra para agricultores familiares, além de investimentos na área da saúde. Discutimos também a necessidade de uma sede, uma unidade de saúde, onde possa ser oferecido serviços especializados na região de Picos. A meta é trabalhar na Unidade de Pronto Atendimento que lá existe e onde já temos instalações prontas”, destaca o governador Wellington Dias.

Em Brasília, o governador esteve também com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, para tratar da liberação de recursos do Fundo de Participação dos Estados (FPE) que estariam retidos pela União. Segundo o governador, só o Piauí tem R$ 270 milhões para receber.

“Estamos fazendo visitas a todos os ministros em cima de duas pautas, uma delas é encontrar através dos líderes de todos os poderes e níveis de governo, uma saída para o Brasil. Nesse caso uma ação para desbloquear 14 bilhoes reais que pertencem aos estados e que a Uniao bloqueou. 270 milhões pertencem ao Estado. Nós queremos esse desbloqueio”, disse o governador.

Wellington Dias lembrou ainda da partilha de recursos oriundos da DRU (Desvinculação de Receitas da União). A DRU permite o governo federal usar de forma livre um percentual de tributos vinculados por lei.

“No caso da DRU são 800 milhões por ano que o Piauí tem direito.  O ministro Lewandowski conhece a matéria e nós estamos buscando apoio”, afirmou.

Finisa 1

O governador também se reuniu com a Caixa para tentar liberar a 2ª parcela do empréstimo Finisa 1. A primeira parte foi paga em agosto de 2017, no valor de R$ 307 milhões, dinheiro usado pelo Estado para pagamento de várias obras. Já a segunda parcela, no valor de R$ 300 milhões não foi liberada porque a Caixa alegou que estava analisando a prestação de contas referente à primeira parcela.

“Tivemos uma agenda com a caixa econômica onde tratamos da parcela do finisa 1 que é o priimeiro contrato. Aplicamos a primeira parcela e pedimos a liberaão da segunda”, disse.

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

MPF é contra liberdade de coordenadora da Seduc presa na Operação Topique

O Ministério Público Federal se manifestou pelo indeferimento do pedido de liberdade provisória da servidora Lisiane Lustosa Almendra Neiva, Coordenadora de Transporte Escolar da Secretaria de Estado da Educação, presa

Simões 0 Comments

Forte chuva de 4 horas e 120 milímetros deixa estragos em Simões; veja fotos

Choveu forte em diversas cidades da região na madrugada desta quarta-feira, 30. Em Simões, cidade situada a 427 km de Teresina, o temporal deixou estragos e muito prejuízo. A chuva

NOTÍCIA DESTAQUE

Grupo cobrava até R$ 150 mil por ‘kit completo’ de aprovação em concursos, diz polícia

A quadrilha suspeita de fraudar pelo menos 60 concursos públicos em seis estados do Nordeste, desarticulada pela Polícia Civil da Paraíba no domingo (7), cobrava até R$ 150 mil para