Governador debate com Banco Mundial investimentos de R$ 1 bilhão para o Piauí
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 10/08/18

Governador debate com Banco Mundial investimentos de R$ 1 bilhão para o Piauí

O governador Wellington Dias se reuniu nesta quinta-feira (09) com o presidente do Banco Mundial no Brasil, Martin Raisser, na sede da instituição, em Brasília.

Durante o encontro, o chefe do executivo piauiense apresentou o cronograma de metas estabelecidas, junto ao Banco Mundial, referente às obras e aplicações financeiras, frutos de contrato de empréstimo realizado pelo Estado junto ao banco.

O contrato, celebrado em 2015, prevê a aplicação de R$ 1,1 bilhão em iniciativas voltadas para as áreas da educação, saúde, infraestrutura e agricultura familiar.

“Nós estamos entregando, após as eleições mais de 6 mil títulos de posse de terra para agricultores familiares, além de investimentos na área da saúde. Discutimos também a necessidade de uma sede, uma unidade de saúde, onde possa ser oferecido serviços especializados na região de Picos. A meta é trabalhar na Unidade de Pronto Atendimento que lá existe e onde já temos instalações prontas”, destaca o governador Wellington Dias.

Em Brasília, o governador esteve também com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, para tratar da liberação de recursos do Fundo de Participação dos Estados (FPE) que estariam retidos pela União. Segundo o governador, só o Piauí tem R$ 270 milhões para receber.

“Estamos fazendo visitas a todos os ministros em cima de duas pautas, uma delas é encontrar através dos líderes de todos os poderes e níveis de governo, uma saída para o Brasil. Nesse caso uma ação para desbloquear 14 bilhoes reais que pertencem aos estados e que a Uniao bloqueou. 270 milhões pertencem ao Estado. Nós queremos esse desbloqueio”, disse o governador.

Wellington Dias lembrou ainda da partilha de recursos oriundos da DRU (Desvinculação de Receitas da União). A DRU permite o governo federal usar de forma livre um percentual de tributos vinculados por lei.

“No caso da DRU são 800 milhões por ano que o Piauí tem direito.  O ministro Lewandowski conhece a matéria e nós estamos buscando apoio”, afirmou.

Finisa 1

O governador também se reuniu com a Caixa para tentar liberar a 2ª parcela do empréstimo Finisa 1. A primeira parte foi paga em agosto de 2017, no valor de R$ 307 milhões, dinheiro usado pelo Estado para pagamento de várias obras. Já a segunda parcela, no valor de R$ 300 milhões não foi liberada porque a Caixa alegou que estava analisando a prestação de contas referente à primeira parcela.

“Tivemos uma agenda com a caixa econômica onde tratamos da parcela do finisa 1 que é o priimeiro contrato. Aplicamos a primeira parcela e pedimos a liberaão da segunda”, disse.

Fonte: Cidade Verde

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

NOTÍCIA DESTAQUE

Inscrições para vestibular da Universidade Aberta do Piauí encerram na sexta-feira

Os interessados em fazer o curso superior de Bacharelado em Administração do programa Universidade Aberta do Piauí (Uapi) devem efetuar a inscrição até esta sexta-feira (7). O projeto pedagógico do programa

NOTÍCIA DESTAQUE

‘Projeto Saúde Mulher’ realiza 472 exames gratuitos em Caridade do Piauí

‘Projeto Sesc Saúde Mulher’ encerra com 472 exames gratuitos realizados em Caridade do Piauí. Os números foram apresentados à comunidade na tarde desta quarta-feira, 12, durante uma reunião realizada no

NOTÍCIA DESTAQUE

Justiça Federal, MPF e APPM realizam Mutirão da Transparência

Acontece nos dias 08 e 09 de agosto, o primeiro Mutirão da Transparência, uma iniciativa da Justiça Federal do Piauí, em parceria com o Ministério Público Federal (MPF) e a