Quatro são presos suspeitos de invadir agência dos Correios
Publicado por: Francieldo Araújo | Data: 29/01/19

Quatro são presos suspeitos de invadir agência dos Correios

Quatro homens foram presos na madrugada desta terça-feira (29) suspeitos de arrombar e invadir a agência dos Correios da cidade de Miguel Alves. O capitão Miguel Luz, comandante da 2ª Companhia do 16º Batalhão da Polícia Militar, informou que os homens foram levados à Polícia Federal.

Segundo ele, a polícia foi acionada no momento em que três homens tentavam invadir o local. Eles fugiram usando um carro de propriedade de um deles e iniciou-se uma perseguição.

Polícia apreendeu objetos usados no crime.  — Foto: Divulgação/PM

Polícia apreendeu objetos usados no crime. — Foto: Divulgação/PM

“Um deles foi preso ainda no local com uma arma e alguns pés de cabra, depois um segundo homem foi preso tentando fugir e o terceiro fugiu para União, onde também foi capturado. Um deles é natural de Campo Grande (MT)”, informou.

O quarto homem preso já responde por assalto e homicídio e estaria apenas ajudando os outros a fugir. Os quatro foram conduzidos à Polícia Federal e autuados pelo crime de roubo.

Fonte: G1 Piauí

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

Jaicós

Paróquia de Jaicós celebra dia de Corpus Christi com missa e procissão

A paróquia de Nossa Senhora das Mercês, do município de Jaicós, celebrou nesta quinta-feira (31) o dia de Corpus Christi, que é considerada uma das datas mais importantes para a

POLÍCIA

Vídeo flagra tiroteio entre policiais militares e assaltantes durante ataque aos Correios no PI

Um internauta enviou à TV Cidade Verde um vídeo que mostra o exato momento da troca de tiros durante assalto à agência dos Correios do município de Anísio de Abreu

Pio IX

Educação de Pio IX capacita professores para o ensino de jovens e adultos

A Prefeitura de Pio IX, por meio da Secretaria Municipal de Educação, iniciou, nesta semana, a capacitação de professores para atuarem na Educação de Jovens e Adultos (EJA), na zona