Jovem nordestino ganha prêmio internacional por criar remédio contra a gripe
Publicado por: Danilo Bezerra | Data: 10/07/15

Jovem nordestino ganha prêmio internacional por criar remédio contra a gripe

Ao juntar conhecimento popular e científico, o estudante cearense Helyson Lucas Bezerra, de 19 anos, desenvolveu um antiviral à base de goiaba e de caju com óleo de romã. Essa mistura de frutas resultou um complexo rico em vitamina C que rendeu ao estudante uma medalha de bronze em uma feira nos Estados Unidos.

O Projeto “Ação sinergética de antiviral natural” começou a ser desenvolvido no ano de 2013 com a aplicação de um questionário à população como parte da pesquisa. O questionário buscava saber quais as frutas mais comuns utilizadas no combate aos sintomas da gripe.

Após essa etapa, o estudante buscou voluntários para testar sua criação. Com isso, chegou a conclusão que as pessoa que utilizavam a semente de romã tinham uma resposta superior as demais frutas.

O antiviral teria o poder de reduzir os sintomas da gripe em pouco tempo, aumentar os leucócitos (glóbulos brancos) no sangue e destruir o vírus de forma mais rápida. “A gripe atinge bastante toda a minha escola e a minha cidade, sem ter bons medicamentos que pudessem combatê-la de forma eficaz e barata”, conta Helyson, que faz o curso técnico em meio ambiente do Instituto Federal do Ceará (IFCE), em Limoeiro do Norte.

 

A Medalha
Com o projeto do antiviral, Helyson ganhou em maio a medalha de bronze na competição de ciência Intel ISEF, na categoria biomedicina e ciência da saúde, em Pittsburgh, nos Estados Unidos. A próxima feira que o estudante vai participar é a Genius Olympiad, em Nova York, em julho de 2016.

Os resultados positivos da pesquisa fazem Helyson pensar em comercializar seu composto como alimento, na forma de polpa, ou em forma de medicamento, isolando as substâncias benéficas contra a gripe de cada fruta. Mas, antes, é preciso patentear a ideia. “Como ela já é bastante utilizada de forma autônoma, pretendo divulgar mais e o próximo passo é conseguir mais apoio para a patente”, afirma.

 

 

Fonte: G1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

Piauí é o 5º estado do Brasil com menos uniões homoafetivas, diz IBGE

O Piauí registrou ligeiro aumento no número de registros de uniões civis homoafetivas em 2015 comparado ao ano anterior. O número subiu de 14 para 16, de acordo com os

GERAL

CPF na nota está em discussão para valer no Piauí

Desenvolvida em outros Estados a ideia de a devolução de impostos pagos através do registro do CPF nas notas fiscais emitidas, já está chegando ao Piauí. A proposta é da

GERAL

Governador visita obras de pavimentação asfáltica em Picos

O governador Wellington Dias visitou, nesta segunda-feira (07), o município de Picos, a 320 quilômetros de Teresina, onde acompanhou o desenvolvimento de obras estruturantes que estão sendo concretizadas na cidade.