Pe. Walmir firma aliança com grupo político do vereador Afonsinho em Picos
Publicado por: | Data: 23/04/19

Pe. Walmir firma aliança com grupo político do vereador Afonsinho em Picos

Após algum período de conversas e articulações, o vereador Afonsinho (PP) decidiu deixar a oposição e aliar-se ao grupo político que atualmente governa o município de Picos, liderado pelo prefeito Pe. Walmir Lima (PT). A decisão foi comunicada extraoficialmente na manhã desta terça-feira (23) e representa um importante reforço político.

Segundo o Pe. Walmir Lima, o vereador chega como um importante reforço para a implementação do trabalho do Governo Municipal, visto que é um parlamentar atuante na cidade de Picos e com um grupo político forte.

“Já vínhamos conversando em outros momentos, ele estava refletindo e estava levando muito a sério, que quando viesse, queria se certificar de algumas coisas, conversar com o grupo político dele. E ontem tivemos uma conversa com possibilidade de alguém dele assumir uma secretaria no próximo dia 02 de maio. E essa secretaria é a de Agricultura”, falou o prefeito Pe. Walmir.

O vereador Afonsinho vai indicar nomes para duas pastas municipais, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, cujo nome será o de seu pai, o ex-vereador Antônio Afonso; e a Coordenação de Defesa Civil, para a qual ainda não indicou nenhum nome até o momento.

O prefeito salientou que a pasta da Agricultura estará em boas mãos, pois o ex-vereador Antônio Afonso além de ter sido parlamentar por muitos anos, conhece bem as zonas rural e urbana, onde atuará.

“Ele está vindo para somar. E traz junto o pai dele, o ex-vereador de Picos, Antônio Afonso, um homem que é reconhecido na cidade, que já teve vários mandatos de vereador e tem ampla experiência. Creio que ele, o próprio vereador, assim como seu pai e sua mãe, irão nos ajudar muito a trabalhar e melhor a vida do picoense”, declarou.

A posse de Antônio Afonso e a solenidade que oficializará a aliança entre o prefeito e o vereador acontecem no próximo dia 02 de maio, quinta-feira da próxima semana, na sala de reuniões da Prefeitura Municipal de Picos, a partir das 09h00.

Quanto ao atual coordenador da Defesa Civil, o prefeito enalteceu seu trabalho, salientando que, mesmo tendo sido em um período curto, foi fundamental, pois o mesmo adentrou na pasta em um período conturbado, que foi o de muitas chuvas na cidade e, consequentemente, muitos problemas.

Sobre Dudé Venâncio que, até então, ocupava a Secretaria da Agricultura, o prefeito relatou que o remanejará para sua assessoria pessoal. “Ontem tive uma reunião com Dudé. Ele já sabia, desde que assumiu, que estava como interino. E agradeço ao Dudé que tem feito um trabalho brilhante frente à pasta. Tivemos grandes momentos de conquista com o trabalho feito pelo Dudé, que deixa encaminhado vários projetos como, por exemplo, na Chapada do Mocambo junto à associação de moradores, outro no Parque de Exposição com uma horta comunitária, e outras ações que serão feitas com o novo secretário e dará continuidade aos projetos encaminhados. Dudé vai continuar como assessor, junto a mim. Eu estava precisando de alguém próximo a mim e ele vai me ajudar a conduzir os trabalhos, a coordenar e a olhar de modo geral a administração”, disse o prefeito.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

DESTAQUES

JAICÓS | Suspeito de crime na Localidade Esquisito já era investigado por tentativa de estupro

Jailson Antônio de Brito, 20 anos, natural do município de Geminiano, preso na manhã desta quarta-feira (04), por volta das 05h:20, na Localidade Morrinho, Zona Rural de Picos, suspeito do

DESTAQUES

Corpos são encontrados decapitados e enterrados no Piauí

No fim da manhã desta quinta-feira (01), dois corpos foram encontrados decapitados e enterrados em uma residência no bairro Piauí, na cidade de Parnaíba, região Norte do Piauí. De acordo com a

DESTAQUES

Feira de frutas e verduras de Picos pode ficar desabastecida em oito dias

A feira livre de frutas, legumes e verduras de Picos, localizada na Praça Matias Olímpio, pode ficar desabastecida em até oito dias, caso a greve dos caminhoneiros não seja encerrada.