Deputados do Piauí condenam “boicote” a relatório de Marcelo Castro
Publicado por: Odaliana Carvalho Veloso | Data: 26/05/15

Deputados do Piauí condenam “boicote” a relatório de Marcelo Castro

Parlamentares do Piauí condenaram nesta terça-feira (26), a postura da Câmara Federal em levar a Reforma Política para votação em plenário sem apreciação do relatório do deputado federal Marcelo Castro, relator do projeto na comissão criada exclusivamente para discutir o tema. Na noite de ontem, o presidente da Casa, Eduardo Cunha, disse que a comissão especial tem uma representatividade que não expressa a proporcionalidade do Plenário. O deputado piauiense chegou a ser destituído do cargo de relator. Em seu lugar assumiu o posto, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Lamento muito o que aconteceu com o deputado Marcelo Castro, não só por ele ser do Piauí, mas pelas  circunstâncias e por toda a comissão que passou 90 dias trabalhando, viajando o Brasil”, disse Rodrigo Martins (PSB).

Para o socialista, o projeto foi simplesmente atropelado. “Deveria ser respeitado o trabalho dos colegas”, declarou.

Outro parlamentar do PSB, Heráclito Fortes, também condenou a postura da Câmara Federal. Em discurso na Casa na noite de ontem, ele colocou em dúvida a aprovação da matéria. “Desde o início, nesta tribuna, eu colocava em dúvida um bom resultado para esta Reforma, baseado nas experiências anteriores que tive nesta Casa ao longo de 30 anos e nos depoimentos que ouvi de Ulysses Guimarães, que chegou na década de 50 e participou de momentos históricos, como a votação da Constituinte, mas que não teve o prazer de ver votada uma reforma política que o Brasil tanto necessita.

O problema da reforma política é que cada partido ou cada Parlamentar quer votar o melhor para si, é a famosa Lei do Murici. E não se chega a um denominador comum, não se chega a um consenso”, disse.

Novo relatório
O relatório do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) à proposta de reforma política, apresentado nesta manhã aos líderes partidários, determina que deputados e vereadores serão eleitos pelo sistema majoritário – os mais votados serão eleitos –, acabando com o atual sistema proporcional, em que a eleição leva em conta a votação do partido ou coligação. O texto, que ainda pode sofrer modificações, irá a voto nesta terça-feira em Plenário, em substituição aos trabalhos da comissão especial, que não votou o relatório do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI).

Hérlon Moraes (Com informações da Câmara)

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

POLÍTICA

Eleitores de Ciro Gomes realizam ato em apoio a sua campanha em Pio IX

Apoiadores da campanha de Ciro Gomes (PDT) realizam uma mobilização em apoio ao presidenciável no município de Pio IX. Foi na noite desta Quarta-Feira (19), em frente a uma pizzaria

POLÍTICA 0 Comments

Governo planeja uma escola de tempo integral em cada cidade do Piauí

Cada município piauiense terá pelo menos uma escola adaptada para funcionar em tempo integral. Essa meta foi lançada pelo governador Wellington Dias, nessa quarta-feira (24), em audiência que contou com

POLÍTICA

Confira os ministros que entram e que saem com a reforma de Dilma

A presidente da República, Dilma Rousseff, anunciou nesta sexta-feira (2) a primeira reforma ministerial do segundo mandato. Fonte: G1. Atualizada em 2/10/2015 Veja a lista de novos ministros: – Secretaria