Vigia é baleado na cabeça durante assalto a posto de combustível no Litoral do Piauí
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 23/06/18

Vigia é baleado na cabeça durante assalto a posto de combustível no Litoral do Piauí

Um vigia identificado como Raimundo Nonato foi baleado com um tiro na cabeça durante assalto a posto de combustível no bairro Bebedouro, em Parnaíba, Litoral do Piauí. Segundo a polícia, homens encapuzados tentaram assaltar o estabelecimento por volta das 21h30 desta sexta-feira (22) e um deles disparou contra a vítima.

“Os bandidos chegaram a pé no posto e anunciaram o assalto. Na ação, eles atiraram no vigia, que foi socorrido pelo Samu e encaminhado desacordado ao Hospital Dirceu Arcoverde. Ainda não sabemos se a vítima reagiu ao assalto ou tentava fugir quando foi atingida”, informou o coronel Antônio Pacífico, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar.

Raimundo Nonato foi submetido a uma cirurgia e o seu estado de saúde é grave. Conforme o comandante, os suspeitos fugiram após a ação e os policiais militares realizaram diligências na tentativa de capturar os assaltantes.

“Temos alguns suspeitos, mas ninguém foi preso até o momento”, acrescentou o coronel Pacífico.

Fonte: G1

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

Geminiano

Assistência Social intensifica atividades no município de Geminiano

A Prefeitura Municipal de Geminiano, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social em parceria com a Secretaria de Saúde e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCVF),

NOTÍCIA DESTAQUE

Pai de vereador morre após colisão entre veículo e motocicleta na BR 343

O aposentado jatobaense Antônio Ribeiro de Carvalho, o Antônio Barra, não resistiu aos ferimentos provocados por um acidente de trânsito ocorrido no inicio da tarde dessa segunda-feira (29/05) BR-343, (na

NOTÍCIA DESTAQUE

Tensão política causa cancelamento de festa na Universidade Federal do Piauí

Uma festa planejada para acontecer nesta quinta-feira (11) na Universidade Federal do Piauí foi cancelada devido à tensão política que vive o campus Petrônio Portella, em Teresina. A organização do