JAICÓS | Trabalhadores em educação realizam manifestação em praça pública e reivindicam valorização da categoria
Publicado por: Josely Carvalho | Data: 05/03/18

JAICÓS | Trabalhadores em educação realizam manifestação em praça pública e reivindicam valorização da categoria

Diversos trabalhadores em educação, que compõem a Rede Estadual de Ensino, no município de Jaicós, realizaram na manhã desta segunda-feira (05), uma manifestação, que aconteceu  na praça Getúlio Vargas, Centro da cidade.

Na manifestação, organizada através do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE), Núcleo Regional de  Jaicós, participaram professores, administrativos e aposentados, que, munidos com cartazes e faixas, protestaram contra o atual governo e a desvalorização dos profissionais da educação.

Em entrevista ao Portal Cidades Na Net, a presidente do SINTE Regional de Jaicós, professora Maria Fatanilde Alves de Carvalho Silva, falou sobre as reivindicações da categoria. “Estamos reivindicando o reajuste do piso, que o o Governo está se recusando a pagar, o pagamento dos funcionários das escolas de 3,15% referente a 2017, as gratificações e também a paridade entre professores ativos e aposentados” disse ela.

Os trabalhadores em educação protestam também contra uma proposta apresentada pelo governador Wellington Dias, que é de um aumento no auxílio alimentação, em vez do reajuste salarial para o magistério de 6,85% e 3,15% referente a um reajuste do ano de 2017 para professores e técnicos respectivamente.

“Agora, o governador apresentou uma proposta indecente, proposta em que ele inicia a reforma da previdência, proposta onde ele desmonta a educação.  Então nós estamos em luta, aqui estão as pessoas que são livres, que podem ir para a rua e amanhã teremos uma nova manifestação na SEDUC  e a gente espera que o Governo seja sensível às nossas reivindicações, até mesmo porque o governador é um ex-sindicalista” disse a professora Maria Fatanilde .

Professores e funcionários das escolas da rede pública estadual estão em greve desde o dia 23 de fevereiro. Segundo Paulina Almeida, presidente estadual do SINTE, a greve é por tempo indeterminado, até o governo aceitar a proposta de reajuste de 6,8%. De acordo com o SINTE, cerca de 90% dos trabalhadores da educação de todo o estado aderiram à greve.

Leia também : Professores do Estado rejeitam proposta e decidem por manutenção da greve

Governo deve pedir ilegalidade da greve dos professores

sobre o autor

POSTS RELACIONADOS

Massapê do Piauí 0 Comments

Vereadores de Massapê listam obras e elogiam o governo municipal

O vereador Davi Felipe Alves presidiu, no último sábado (2), mais uma sessão ordinária na Câmara Municipal de Massapê do Piauí. Na ocasião, foi votado o Projeto de Lei de

Picos

Enfermeiros do HRJL promovem manifestação em Picos; classe continua em greve

Na manhã desta terça-feira (09), os enfermeiros efetivos do Hospital Regional Justino Luz promoveram uma manifestação em busca dos direitos para a classe que não estão sendo respeitados pelo Governo

Francisco Macêdo

Prefeito Nonato Alencar perfura oito poços tubulares que beneficiará mais de 600 famílias na zona urbana e rural de Francisco Macêdo

Um total de oito poços foram perfurados no município de Francisco Macêdo na última semana.  A ação é da Prefeitura Municipal através do gestor Nonato Alencar, como parte da execução