Home / GERAL / MEC divulga primeira chamada de aprovados no Sisutec; veja aqui
MEC divulga primeira chamada de aprovados no Sisutec; veja aqui

MEC divulga primeira chamada de aprovados no Sisutec; veja aqui

O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira (25) a relação dos aprovados em primeira chamada no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). A lista dos aprovados pode ser consultada no site do programa. O candidato pode consultar seu resultado na opção “ver meu boletim”, ou acessar as listas de aprovados nos 122 cursos disponíveis pelo filtro por instituição, local de oferta, curso e turno.

A matrícula dos convocados nesta primeira chamada começa nesta quarta (26) e termina na sexta-feira (28) na instituição de ensino onde o estudante foi aprovado. A segunda chamada será realizada no dia 1º de abril.

No total, 527.730 estudantes se inscreveram. Como cada candidato pode fazer até duas opções de curso, o total de inscrições ultrapassou a faixa de 1 milhão (foram 1.016.211 inscrições).

No total, 291.338 vagas foram disponibilizadas em 122 cursos técnicos de 937 instituições de ensino públicas e privadas, além das escolas do Senai e do Senac. No caso da rede particular, se contemplado, o aluno terá bolsa de estudo. A seleção é feita a partir do desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Para concorrer, o aluno não pode ter tirado zero na redação.

Entre as vagas oferecidas nesta seleção, 85% serão destinadas para estudantes que, independentemente de renda per capita familiar, tenham cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas, na condição de bolsista integral.

Além disso, metade dessas vagas serão reservadas para alunos com renda per capita de até 1,5 salário mínimo. Mas, para ocupar uma dessas vagas, não é permitido que o aluno continue matriculado em outro curso técnico de nível médio ou superior, ou curso de graduação, em instituições públicas ou privadas como bolsista.

Distribuição
Nesta edição, 937 instituições estão habilitadas para participar. Do total, 246.228 vagas, ou 85%, estão em instituições de ensino superior ou escolas técnicas de nível médio particulares; 8.040 estão na rede federal de ensino e 37.070 são oferecidas pelo Sistema S de ensino. De acordo com o ministro Henrique Paim, o governo decidiu “utilizar essa infraestrutura [das instituições privadas] e, a partir dessa infraestrutura, garantir maior acesso dos estudantes brasileiros [aos cursos de ensino técnico”.

A maioria das vagas é oferecida na Região Sudeste do Brasil, que responde por 55,72% delas. O Nordeste vem na segunda posição, com 14,45% das vagas, seguido do Sul (13,92%), Centro-Oeste (11,63%) e Norte (4,28%). Segundo o ministro da educação, esta é uma distribuição “natural” para o panorama atual da oferta de ensino técnico e profissionalizante no país.

 

Fonte: G1

DEIXE UM COMENTÁRIO


Voltar ao topo