PICOS | III Conferência Municipal dos Idosos surpreende organizadores com número de participantes
Publicado por: | Data: 25/04/19

PICOS | III Conferência Municipal dos Idosos surpreende organizadores com número de participantes

Com auditório lotado, o Conselho Municipal do Idoso realizou a III Conferência em Picos. Para os organizadores, o evento superou as expectativas pela quantidade de pessoas que se dispuseram a participar de um momento tão importante quanto esse.

Segundo o presidente do Conselho Municipal, Zacarias Teixeira, relatou a importância do evento para Picos e para os idosos da cidade. Ele também disse estar feliz pelo sucesso do evento, pois teve suas expectativas superadas.

“A importância desse evento é porque a gente está tratando diretamente com a pessoa idosa. Ficamos muito felizes pela proporção do evento. Nós tínhamos nos planejado para uma quantidade e graças a Deus superou a quantidade que esperávamos. Esperávamos em torno de 100 pessoas e esse número superou duas vezes. E isso é muito importante, pois é um momento onde vamos debater as políticas voltadas para eles”, disse ele.

O presidente do Conselho do Idoso pontuou ainda a importância da participação dos jovens na Conferência, pois o que ali fora debatido não é apenas para curto prazo, mas a longo, quando eles alcançarem a idade avançada. Ele também explicou a função do órgão para os idosos.

“Além dos idosos, estamos com a participação de pessoas jovens e ficamos felizes por eles estarem participando também porque a política para os idosos a gente não planeja só para agora, mas para daqui a muitos anos. E essa é a função do nosso Conselho: fiscalizar e implementar os direitos dos idosos. Por isso estamos reunidos aqui, para debater as políticas públicas que valorizem essa faixa etária. A gente vê que a população brasileira tem envelhecido cada vez mais, por isso nosso tema é ‘Como envelhecer no século XXI’. Muita gente acha que porque uma pessoa está idosa, deve ser “encostada”. Muito pelo contrário. Agora que ela vai poder viver. E por isso tem que saber sobre seus direitos para poder reivindicar”, pontuou o presidente.

Esteve presente no evento o presidente do Conselho Estadual do Idoso, Anfrísio Moura. Ele ressaltou a magnitude do evento, a importância do município de Picos e suas ações para o Estado e as parcerias que os dois órgãos mantêm.

“Essa conferencia em Picos é um marco na história do Estado, pois é uma região que é grande aqui no Piauí. O município de Picos tem muitas organizações e, dentro dessas organizações, tem a preocupação com as políticas públicas em todos os aspectos, principalmente para os idosos. É interessante levarmos para o Estado as experiências e trabalho desenvolvido na região de Picos. A nossa interação é uma parceria na questão dos eventos com nossa participação e mantemos um trabalho em conjunto para que possamos elaborar propostas, unindo as experiências daqui e as estaduais. O município de Picos, para nós, é modelo, pois é onde estão concentradas várias políticas públicas”, declarou Anfrísio Moura.

Uma das atividades que vêm sendo desenvolvidas pela Prefeitura Municipal de Picos, no que tange a terceira idade, é a Capoterapia, que é uma terapia alternativa onde se utiliza o elemento da capoeira adaptada para pessoas sem hábito de prática de atividade física ou esportiva, especialmente os idosos.

O professor Anderson Silva, que trabalha a Capoterapia há dois anos em Picos, disse que a prática alternativa tem sido um diferencial na população da terceira idade picoense. Ele, que atende cerca de 400 idosos pela Prefeitura Municipal, relata que há uma mudança significativa no modo de viver e ver a vida dessas pessoas.

“A Capoterapia é uma modalidade integrativa motivacional onde a gente atende a população idosa. Podemos relatar vários casos surpreendentes, onde as pessoas chegam com vários problemas de saúde e eles mudam totalmente de vida após a Capoterapia. Eles ganham qualidade de vida. Essa é uma modalidade que vem crescendo no país inteiro. 99% dos casos são de idosos que se sentem sozinhos, depressivos, abandonados. Eles começam a frequentar e a vida se torna ativa, superam as doenças que enfrentam”, afirmou.

sobre o autor

DEIXE UM COMENTÁRIO


POSTS RELACIONADOS

Picos

Sindicato pede a interdição do prédio da Delegacia Geral de Picos

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sinpolpi) está pedindo a interdição do prédio onde funciona a Delegacia Geral de Picos, localizada na Avenida Severo Eulálio, bairro Canto da Várzea.

90% dos municípios piauienses têm nível de renda baixo ou muito baixo

A Fundação Cepro divulgou nesta segunda-feira (20) o Índice de Desenvolvimento Humano dos Municípios do Piauí (IDHM), que mostra a realidade socioeconômica do estado em três níveis: educação, renda e

Picos

Confira número dos candidatos ao Conselho Tutelar de Picos

Na última segunda-feira (19), a Comissão Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente realizou uma reunião com os candidatos ao Conselho Tutelar de Picos para sortear os números que